Grupos folclóricos apresentam espetáculo de cultura e tradição

Munchenfest

18 de novembro de 2018 15:30

Silvia Ajuz

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Münchenfest reúne mais de 40 mil pessoas em PG

PM garante segurança na Münchenfest

Novo formato da Münchenfest tem avaliação positiva

Jogos alemães garantiram a diversão na Münchenfest
Confira imagens da maior festa de Ponta Grossa
Grupos folclóricos apresentam espetáculo de cultura e tradição
Público aprova gastronomia alemã da Münchenfest
PUBLICIDADE

No sábado (17), o terceiro dia de Münchenfest contou com apresentações folclóricas de grupos de Curitiba. O Grupo Germânico Alte Heimat e o Ucraniano Poltava.

As apresentações tiveram início às 15h e contou com grande público, que aprovou a experiência cultural. “São muito importantes estas apresentações. Nós temos um filho casado com uma ucraniana então nós já temos gosto pelo folclore deles. É muito bonito”, contou o mecânico industrial Aroldo Teixeira Alves. “Achei muito bom, muito bonito”, disse a dona de casa Vera Lúcia de Oliveira.

O Grupo Germânico Alte Heimat existe há 55 anos e representa através de suas atividades a Alemanha, a Áustria e a Suíça. O coordenador do grupo, Rodrigo Samuel Tulio ressaltou a importância de divulgar a cultura germânica “É importante trazer a história das famílias, essa raiz folclórica não só de tradição de danças, mas sim também de gastronomia, de educação. Temos que reviver coisas boas que vieram do passado”.

Cada dança apresentada faz alusão à cultura germânica. “Dançamos uma música chamada Mühlard, que ela representa as batidas do moinho de vento. Cada dança tem uma figura, uma representação”. O figurino que o grupo trouxe à Münchenfest representa a região de Miesbach, no sul da Alemanha. “O grupo tem mais de dez trajes e cada um representa uma região. Hoje, para representar a Münchenfest, viemos com o Miesbach”, explicou Rodrigo.

O Grupo Folclórico Ucraniano Poltava foi fundado na década de 80 pela comunidade ucraniana e participou pela primeira fez da Münchenfest. A diretora do grupo, Simone Cristina Gondro, falou sobre a oportunidade. “É uma alegria. A Münchenfest é mais tradição alemã, então é gostoso a gente compartilhar com outros povos um pouquinho da nossa cultura e disponibilizar para todos esse conhecimento”.

O Poltava trouxe ao Parque Ambiental, danças e figurinos inspirados na região central da Ucrânia, com exceção da Polca que, segundo Simone, é característica da região costeira da Ucrânia. “Cada dança tem características de regiões e simbologias. Por exemplo, as meninas representaram a primavera, os meninos os clãs e teve também a representação do pão e do sal que significam a vida, o amor e agradecimento em relação à Ucrânia”, explicou.

Na tarde deste domingo (18), a Münchefest vai receber mais um grupo curitibano de folclore ucraniano, o Barvinok, que vai se apresentar às 16h.

 

 

 

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede