Estiagem no Estado prejudica produção de milho e feijão

Agronegócio

01 de junho de 2020 12:00

Da Redação


Relacionadas

Cooperativas trazem segurança a produtores durante pandemia

Fórum Nacional de Incentivo da Cadeia Leiteira começa dia 6

Sicredi prevê a liberação de R$ 22 bilhões ao Plano Safra

Paraná pode colher 40,9 milhões de toneladas de grãos
Exportação de grãos deve crescer 8,5% no 3º trimestre
Especialistas debatem aspectos econômicos do Plano Safra
Projeto agrícola auxilia mais de 20 produtores rurais em PG
Na segunda safra de milho, a produção caiu em 1,6 milhão de toneladas com relação à estimativa inicial Foto: Reprodução/AEN
PUBLICIDADE

Apesar destas perdas, a estimativa é de uma produção de 40,6 milhões de toneladas de grãos na safra 2019/2020

Os números do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento confirmam os efeitos negativos da severa estiagem pela qual o Paraná passa em algumas culturas. É o caso da segunda safra de milho, cuja produção caiu em 1,6 milhão de toneladas com relação à estimativa inicial, que era de aproximadamente 12,8 milhões de toneladas. A segunda safra de feijão também sofreu o impacto da estiagem e teve perdas em torno de 39%.

Apesar destas perdas, a estimativa é de uma produção de 40,6 milhões de toneladas de grãos na safra 2019/2020, volume 13% superior ao da safra 2018/2019, muito por causa do soja, com volume recorde de 20,7 milhões de toneladas, 28% superior ao da safra 2018/2019.

Informações Bem Paraná

PUBLICIDADE

Recomendados