Projeto agrícola auxilia mais de 20 produtores rurais em PG

Agronegócio

19 de junho de 2020 21:37

Fernando Rogala


Relacionadas

Produção de grãos será recorde no país neste ano

Faturamento da Capal cresce 40% no 1º semestre

Crea-PR reforça importância de responsável técnico

VBP do Paraná cresce 9% e atinge recorde de R$ 97 bi
Capal anuncia vencedores no Prêmio Leite de Qualidade
Soja gera R$ 3,28 bi em riquezas na região em 2020
Região irá colher 3,7 milhões de toneladas de grãos
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

No total, cerca de 120 produtores são atendidos pelo serviço municipal anualmente

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA), já atendeu 20 produtores rurais neste ano com o serviço da Patrulha Agrícola. Essas atividades, que são gerenciadas pelo Departamento de Infraestrutura Rural, ficaram suspensas por quase dois meses por conta das ações de prevenção ao novo coronavírus, que determinavam o afastamento de funcionários do grupo de risco. Em maio, o serviço voltou a funcionar.

De acordo com a SMAPA, cerca de 120 produtores são atendidos pelo serviço municipal anualmente. A Patrulha Agrícola oferece políticas públicas de acompanhamento na implantação de gradão, roçadeira e encanteirador, através de solicitações feitas pelos próprios agricultores. Neste ano, como o serviço ficou suspenso por um tempo, o índice de agricultores atendidos caiu com relação aos anos anteriores, mas, a intenção da Secretaria é que nos próximos meses haja uma força-tarefa para atender o maior número possível de demandas.

“Para o agricultor requerer o serviço, é necessário que ele protocole um pedido na Praça de Atendimento. Essa solicitação é enviada para a SMAPA, nós fazemos uma vistoria no local e agendamos um horário para que a patrulha vá até o local”, explica a engenheira agrônoma Patrícia Striquer, responsável pelo Departamento de Infraestrutura Rural.

Cada tipo de serviço requerido possui um custo específico, determinado pela área do terreno e pela hora de trabalho. Os preços estipulados são tabelados e menores do que os cobrados no mercado, em aproximadamente 50%. O dinheiro adquirido serve para a manutenção do próprio programa.

“Ao longo deste ano pretendemos ampliar o número de agricultores já atendidos para que nosso índice não fique abaixo dos anos anteriores, mas consideramos um resultado positivo até o momento levando em conta o tempo que o serviço ficou suspenso. A Patrulha Agrícola é essencial para fomentar a agricultura e ajudar os produtores no plantio, especialmente neste período de pandemia. Queremos proporcionar que mais alimentos possam ser produzidos, com a garantia de um serviço reconhecido”, destaca o secretário Bruno Costa.

Para fazer o protocolo requerendo o serviço é necessário agendar um horário na Praça de Atendimento da Prefeitura pelo telefone 3220-1000, ramal 1208.

As informações são da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados