Setor cafeeiro é beneficiado com aprovação de redução de taxa de juros

Agronegócio

01 de setembro de 2020 13:00

Brasil 61


Relacionadas

Safra paranaense de verão deve chegar a 24 milhões de toneladas

Brasil abre 100 novos mercados externos para produtos agropecuários

70 milhões de animais devem ser vacinados contra febre aftosa em novembro

Indústria de máquinas e equipamentos aumenta vendas
Evento online discute presente e futuro da vitivinicultura
Trigo colhido na região de PG apresenta alta qualidade
Criminosos miram máquinas e insumos agrícolas no Paraná
Essa redução será percebida nas operações de custeio, comercialização e Financiamento para Aquisição de Café (Fac) para cooperativas. Foto: Reprodução/Brasil 61
PUBLICIDADE

Os novos valores das taxas de juros para o setor foram aprovados em reunião do Conselho Monetário Nacional

A proposta havia sido encaminhada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O setor cafeeiro do Brasil é beneficiado com aprovação de redução de taxa de juros. Isso porque essas taxas, referentes ao Fundo de Defesa da Economia Cafeeira sofreram quedas e passam de 6% ao ano para 5,25%. 

Essa redução será percebida nas operações de custeio, comercialização e Financiamento para Aquisição de Café (Fac) para cooperativas; de 7,5% para 6,75% para capital de giro para indústrias e FAC para demais tomadores.

Os novos valores das taxas de juros para o setor foram aprovados em reunião do Conselho Monetário Nacional. A proposta havia sido encaminhada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A redução foi linear em 0,75 pontos percentuais, inclusive na remuneração do Fundo.

Outra medida aprovada pelo CMN foi a redução das taxas de juros dos créditos de custeio e investimento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A baixa foi de 4% para 2,75%, para agricultores familiares prejudicados por vendavais, independentemente da sua atividade produtiva.

PUBLICIDADE

Recomendados