PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Capal finaliza a safra com 524 mil toneladas recebidas

Agronegócio

03 de maio de 2021 20:15

Da Redação


Relacionadas

Digital Agro Connection 2021 abre inscrições para startups

Preço de terras agrícolas sobe mais de 50% no Paraná

Capal finaliza a safra com 524 mil toneladas recebidas

PG avalia projeto que incentiva a ovinocaprinocultura
PR deve produzir 40,6 milhões de toneladas de grãos na safra
Jovem Aprendiz capacita em âmbito pessoal e profissional
Paraná destina R$ 10 mi para subvenção ao seguro rural
Somente em Arapoti 131 mil toneladas de grãos foram recebidos. Principal grão colhido na região dos Campos Gerais é a soja Foto: Arquivo aRede
PUBLICIDADE

Volume representa a soma dos recolhimentos da safra de verão em todas as unidades da cooperativa 


A Capal Cooperativa Agroindustrial, sediada em Arapoti, na região dos Campos Gerais, finalizou a safra 20/21 com um total de mais de meio milhão de toneladas de grãos recebidos. Somando o volume recebido em todas as Unidades da Cooperativa, considerando todos os grãos, foram entregues mais de 524 mil toneladas. O gerente operacional César de Almeida ressalta que o volume ficou acima do planejado e a qualidade dos grãos foi boa. 

“A estratégia é um bom planejamento e quando necessário investimento na capacidade de recebimento, secagem e armazenagem”, afirma Almeida. Em Arapoti, foram 131.500 toneladas recebidas, índice seguido pelas Unidades de Itararé (SP), com 78.500 toneladas; Wenceslau Braz (PR), com 73.100 toneladas; Taquarivaí (SP), com 63.600 toneladas e Curiúva (PR), com 19.200 toneladas; além da Unidade de Beneficiamento de Sementes, localizada em Wenceslau Braz, com 18.600 toneladas). O maior volume recebido, foi da Unidade de Taquarituba em São Paulo, com 139 mil toneladas. 

O cooperado Luciano Zanforlin Filho atesta o sucesso da safra 20/21. Associado em Taquarituba, ele relata que todas as cultivares plantadas tiveram boa produtividade e, inclusive, superaram os números do ano anterior. “Em relação a 2019, a média de produção foi 15% superior e ficamos com uma média geral de 85 sacas por hectare”, conta. Além de uma boa produção, também houve bons resultados em termos de rentabilidade. Para Luciano, um fator que contribuiu foi a programação de safra junto à assistência técnica. “Apesar da alta do dólar, conseguimos insumos com um preço que ajudou na composição do custo da soja, tanto para fertilizantes como defensivos”, pontua.

A assistência técnica também tem papel importante no acompanhamento da lavoura. Com a avaliação do clima e outras ocorrências, a equipe recomenda apenas as aplicações que são necessárias, reduzindo o custo de produção e contribuindo para o aumento da renda, diz o coordenador do Departamento de Assistência Técnica da Capal, Roberto Martins.


Castrolanda celebra 70 anos 

Na última sexta-feira (30), a Cooperativa Castrolanda lançou sua campanha institucional de aniversário “Nossas razões para celebrar”. São exatos sete meses até a data oficial do aniversário de 70 anos da cooperativa, em 30 de novembro. Em comemoração serão realizadas ações envolvendo colaboradores, cooperados e toda a comunidade, união que está na essência da Castrolanda. E, segundo o presidente, Willem Berend Bouwman a cooperativa caminha para mais um ano de superação, com ótimos resultados previstos.

Informações da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados