PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Frísia sobe posições em rankings das maiores

Agronegócio

06 de outubro de 2021 19:40

Fernando Rogala


Relacionadas

Castrolanda celebra nesta terça-feira 70 anos de fundação

Frísia é citada como exemplo na COP26 pela redução de CO2

Castrolanda atinge faturamento histórico de R$ 5 bi

Plantio da 1ª safra de milho está encerrada no Paraná
Conab projeta produção recorde na safra 2021/22
PG se prepara para receber a Feira Paraná em 2022
Excesso de chuvas prejudica qualidade do trigo e da cevada
Na publicação Época 360º a cooperativa escalou da posição 250 para a posição 223, após ter uma alta de 27,6% no faturamento Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Levantamentos realizados pelo jornal Valor Econômico e revista Época Negócios apontam crescimento da cooperativa; faturamento em 2020 foi de mais de R$ 3,7 bilhões

Referências em desempenho de empresas brasileiras, o “Valor 1.000” e o “Época Negócios 360º” apontaram elevação da Frísia nos rankings nacionais em seu último levantamento. As informações foram divulgadas pelo jornal Valor Econômico e revista Época Negócios. Os rankings, que tem como base o ano 2020, levam em conta uma série de indicadores que são tabulados e analisados por técnicos e especialistas.

No Valor 1.000, a Frísia saltou da 249ª posição em 2019 para a 218ª em 2020. Os dados avaliados das empresas levaram em conta as receitas, as despesas, as margens, as dívidas, entre outros critérios. Ao todo são oito indicadores avaliados que receberam pesos diferentes, sendo o mais relevante o de receita líquida.

Já na Época 360º, outra evolução: de 250ª (2019) para 223ª (2020). Os critérios da revista Época Negócios, que apresenta as 500 maiores do País, para o ranking são: desempenho financeiro, governança corporativa, inovação, sustentabilidade, visão de futuro e pessoas.

O levantamento do Valor Econômico ainda coloca a Frísia em posição de destaque nacionalmente, sendo a 10ª em “cobertura de juros”, ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) sobre despesas financeiras. A cooperativa também está na 10ª posição em crescimento sustentável, variação da receita líquida sobre a variação do patrimônio ajustado.

A Frísia apresentou crescimento de 27,6% no faturamento de 2020 comparado ao ano anterior. A cooperativa com sede em Carambeí, nos Campos Gerais do Paraná, alcançou R$ 3,713 bilhões. É a cooperativa de produção mais antiga do Estado, que, ao todo, tem 216 entidades no sistema. No Brasil, foi a segunda a ser fundada e conta com cooperados localizados em mais de 30 municípios na região Centro-Sul do Paraná e 16 municípios no Tocantins.

“Esses levantamentos coroam todo o esforço de cooperados e colaboradores em produzir alimentos e serviços de qualidade, com respeito ao meio ambiente, ao nosso planejamento estratégico e seguindo rigorosamente os preceitos do cooperativismo. Estamos no caminho certo, e esses números confirmam isso. Gostaria de agradecer a todos pela nossa constante evolução”, destaca o presidente da Frísia, Renato Greidanus.

As informações são da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados