PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Governo libera alvarás para construção de casas

Campos Gerais

30 de maio de 2014 23:31

Gabriel Sartini


Relacionadas

Castro amplia infraestrutura e projeta novos empregos

Piraí do Sul investe R$ 12 milhões para revitalizar ruas

Ipiranga recupera estradas rurais e dá suporte a moradores

Irati terá cooperativa para impulsionar a agricultura local
Vapza conquista certificação nacional 'aterro zero'
Telêmaco recolhe toneladas de resíduos eletrônicos
Sengés avança em processo para criação da guarda municipal
PUBLICIDADE

Nesta semana, a Prefeitura Municipal de Castro liberou o alvará para construção de 700 unidades habitacionais de interesse social dos empreendimentos Alvorada I e Alvorada II, pelo Programa Minha Casa Minha Vida, dentro do plano piloto 'Nova Castro'. O documento foi assinado pelo prefeito Reinaldo Cardoso e entregue à engenheira civil da Construtora Piacentini, Suelen Scheifer Caetano.

Com a assinatura do contrato entre a então ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann; o prefeito Reinaldo Cardoso; representantes da Caixa e Construtora Piacentini, em outubro do ano passado, a construtora deu início às obras, que atualmente estão em fase de terraplenagem e fundação. “Com a liberação do alvará, agora cumprimos as exigências para a continuidade à obra”, destaca Suellen.

A partir da assinatura do contrato, o prazo para entrega das casas é 18 meses. Mas, a expectativa da construtora é entregar as unidades antes deste prazo.

 

Cadastro

As famílias que tiverem interesse em fazer o cadastro habitacional para o Programa Minha Casa Minha Vida podem procurar o Setor de Habitação da Secretaria Municipal da Família e Desenvolvimento Social. A partir do cadastro, a Caixa selecionará as famílias que serão contempladas com as 700 unidades habitacionais de interesse social dos empreendimentos Alvorada I e Alvorada II. “Além disso, o cadastro junto à Secretaria da Família é necessário em todos os programas habitacionais, por isso é fundamental que as famílias interessadas façam o cadastro”, destaca Jucenei Rodrigues da Silva, do  Setor de Habitação da Secretaria Municipal da Família e Desenvolvimento Social.

Os cadastros são feitos na sede da Secretaria Municipal da Família e Desenvolvimento Social, das 8 às 11h30 e das 13 às 17 horas, de segunda a sexta-feira, mediante agendamento. Os interessados devem fazer dois cadastros: o Cadastro Único para Programas Sociais/CadÚnico - do governo federal - e o Cadastro Municipal. O CadÚnico é exigido pela Caixa Econômica Federal para participação no Programa Minha Casa, Minha Vida. Sem o CadÚnico feito ou atualizado não é possível fazer o Cadastro Municipal.

 

Empreendimento

Os empreendimentos Alvorada I e Alvorada II, pelo Programa Minha Casa Minha Vida, beneficiarão famílias da faixa 1, com renda de até R$ 1.600 ao mês. Para estas famílias, a União subsidia 95% do custo da casa, o que significa que a prestação varia de R$ 25 a R$ 80 por mês - dependendo da renda familiar -, por dez anos. Dentre as 700 unidades construídas, 21 serão adaptadas para pessoas com deficiência física. As residências possuem área privativa de 40,79m², dividida em dois quartos, circulação, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, contando com piso cerâmico em todos os ambientes. O valor de cada unidade é de R$ 60 mil.

O loteamento conta com 640.575,00 m² e será dividido em 1.209 lotes, integrando o projeto 'Nova Castro'. Realizado pela Yamamoto Administradora de Imóveis, o projeto é um empreendimento baseado na construção de unidades habitacionais de médio e alto padrão, hotel, centro de convenção e shopping. A área - aproximadamente 5 milhões de metros quadrados - pertence à Fazenda Cantagalo. Em parceria com a iniciativa privada, o projeto propõe uma nova ocupação e novas formas de uso para aquela região.

PUBLICIDADE

Recomendados