PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Empresa gaúcha vai investir R$ 8,5 milhões em fábrica da região

Campos Gerais

30 de junho de 2014 21:27

Gabriel Sartini


Relacionadas

Arrecadação federal atinge R$ 3 bi em apenas cinco meses

Cidades da Amcespar recebem planos de desenvolvimento

Estado anuncia mais de 350 casas para Jaguariaíva

Paraná cria Subgrupamento de Bombeiros na região de Irati
Premierpet inaugura fábrica na região na próxima semana
Aliel entrega recursos e equipamentos para Reserva
Nova fábrica da Ambev traz 1,5 mil empregos para Carambeí
PUBLICIDADE

O governador Beto Richa assinou nesta segunda-feira (30) o protocolo de intenções que inclui a empresa madeireira Guadalupe Industrial do Brasil no programa Paraná Competitivo, do Governo do Estado. A empresa vai investir R$ 8,5 milhões na ampliação de sua planta industrial em Irati, na região Centro-Sul do Estado, gerando cerca de 200 empregos diretos. A matriz, que hoje é no Rio Grande Sul, será transferida para a unidade paranaense.

Richa afirmou que o Paraná Competitivo é uma das bases da política de expansão industrial do Estado e que, junto com a postura do governo, de diálogo e garantia jurídica aos empreendedores, transformou o Paraná em um ambiente favorável para novos investimentos. “Os novos empreendimentos estão disseminados por todo o Estado e Irati é mais um exemplo disso. A cidade receberá investimento privado, que abre a oportunidade de empregos, prosperidade, aumento de arrecadação”, ressaltou o governador.

“Por meio do diálogo e de uma gestão de qualidade, retomamos a confiança dos empresários no Paraná e garantimos investimentos, principalmente nos municípios do interior do Estado”, completou Richa.

 

Estabilidade

Para o diretor comercial da Guadalupe, Fábio Roberto Filter, foi justamente o clima de estabilidade que estimulou o investimento no Estado. “Como o ambiente industrial e produtivo do Paraná é muito favorável, resolvemos transferir nossa matriz do Rio Grande do Sul para cá, graças ao apoio do Governo do Estado”, afirma.

Fundada há cinco anos, a Guadalupe produz matéria-prima para o setor moveleiro. Além da matriz e da fábrica em Irati, que foi instalada há 11 meses, a empresa conta com uma filial em Douradina, no Noroeste do Paraná. As três unidades geram cerca de 120 empregos diretos.

O secretário da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Horácio Monteschio, destaca a importância do Paraná Competitivo para atração de investimentos como esse.

“O programa tem superado todas as expectativas na atração de investimentos e geração de empregos. Nosso estado se tornou um grande polo industrial, prestigiando, acima de tudo, os empresários que já estão instalados no Paraná”, disse.

O prefeito de Irati, Odilon Burgath, explica que além do incentivo do Paraná Competitivo, o município conta com o Programa Iratiense de Desenvolvimento Econômico (Progride). “Essa parceria trará muitos ganhos para Irati e para o Paraná. A Guadalupe é uma empresa sólida, que investe num grande complexo em Irati.”

Informações da ANPr.

PUBLICIDADE

Recomendados