MPPR e Klabin firmam termo para preservação de cemitério

Campos Gerais

17 de novembro de 2017 15:07

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Sessão da Câmara de Castro é marcada por homenagens

Sala do empreendedor de Piraí oferece cursos para população

Ciclista morre ao ser atingido por carro na BR-277

Sicredi Campos Gerais atinge a marca de 70 mil associados
Adetur recebe certidão do Ministério do Turismo
Sicredi Campos Gerais PR/SP aumenta base de associados
Trio armado com faca assalta mulher e crianças
A 4ª Promotoria de Justiça de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais, e a empresa Klabin assinaram termo de ajustamento de conduta com o objetivo de preservar o Cemitério Harmonia Foto: Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A 4ª Promotoria de Justiça de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais, e a empresa Klabin assinaram termo de ajustamento de conduta com o objetivo de preservar o Cemitério Harmonia, localizado em área particular da empresa.

A Klabin estava providenciando a desativação e a transferência do cemitério, que tem importância histórica. O último sepultamento no local foi realizado em 1990. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) emitiu parecer favorável à preservação do espaço, assim como a Coordenação do Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura do Paraná, que concluiu, em informação técnica elaborada a pedido do Ministério Público, que o “Cemitério Harmonia possui características muito próprias que ressaltam seu caráter histórico-cultural, integrando o patrimônio tangível e intangível e o paisagístico-cultural”.

Segundo o órgão, “justifica-se, portanto, que o poder público, o setor privado e a própria comunidade à qual pertence o bem em questão proporcionem o seu resguardo e sua proteção como forma de valorização da memória coletiva, por intermédio da educação patrimonial, da difusão de informações, do incentivo aos aspectos científicos, do conhecimento histórico-cultural, como testemunho e respeito às gerações passadas e, primordialmente, às gerações futuras.”

Em reunião realizada com representantes da empresa e do MPPR, contando ainda com a presença do presidente da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do Paraná, do secretário de Cultura de Telêmaco Borba, de representantes da Coordenação do Patrimônio Histórico do Paraná e pessoas da comunidade local, foram acertadas as cláusulas do termo de compromisso, assinado nesta terça-feira, 14 de novembro. A manutenção do cemitério será feita em gestão compartilhada, com participação da comunidade, do poder público e da Klabin.

O projeto de preservação contará ainda com a realização de pesquisas e projetos a serem implementados pela Coordenação do Patrimônio Histórico a Secretaria de Cultura do Paraná, com o apoio da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

*Informações Assessoria de Comunicação Ministério Público do Paraná

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede