Klabin movimentará 11 mil vagas de empregos na região

Campos Gerais

22 de maio de 2019 16:39

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Tibagi discute sobre segurança pública com delegados

Polícia elucida caso de assalto e mãe e filho são presos

PM prende suspeitos em Carambeí, após roubo em Castro

Castro entrega módulos de saúde na área Rural
Cras de Telêmaco organiza passeio com famílias do PAIF
Associação busca desenvolver comunidade do Cerrado Grande
Defesa Civil socorre vítimas das chuvas em Palmeira
Parte das vagas serão intermediadas pela Agência do Trabalhador estarão disponíveis para a população no segundo semestre de 2019 Foto:
PUBLICIDADE

Parte das vagas serão intermediadas pela Agência do Trabalhador estarão disponíveis para a população a partir no segundo semestre de 2019


O Departamento do Trabalho da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho será o responsável por intermediar parte das 11 mil vagas de empregos que serão movimentadas pela Klabin para a construção da unidade industrial no município de Ortigueira, na região dos Campos Gerais Paraná. As tratativas foram alinhadas nesta quarta-feira (22), durante reunião na sede da empresa.

Os postos de trabalho serão abertos por meio do Projeto Puma II, que abrange a construção de duas máquinas de papel com produção de celulose integrada, num investimento de R$ 9,1 bilhões. De acordo com a Klabin, a maior parte dos equipamentos será instalada na primeira etapa do projeto. Com isso, aproximadamente dois terços dos recursos previstos para a implantação da nova planta ocorrerão entre 2019 e 2021.

A diretoria de Projetos da empresa explicou que a construção vai movimentar 11 mil postos de trabalho na região e a companhia estima iniciar as atividades da nova planta em 2021. Nem todas as vagas serão exatamente geradas, mas parte delas será aproveitada. Contudo, haverá a necessidade da contratação de mão de obra especializada. Não há exatamente, ainda, o número de vagas que serão intermediadas pela Agência. 

As vagas estarão disponíveis para a população no segundo semestre de 2019. Segundo o diretor do Departamento do Trabalho, Eder Colaço, “essas vagas serão disponibilizadas para as Agências do Trabalhador de todo os estado no intuito de aumentar e tornar mais efetiva a geração de emprego e renda no Paraná”.  

A ação do Departamento do Trabalho atende a determinação do secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, de um formato proativo de captação de vagas a serem intermediadas pelas Agências do Trabalhador de todo o Estado. Os técnicos do Departamento Estadual do Trabalho já realizaram, desde o início da gestão, reuniões com diversas empresas e em diversos municípios com o objetivo de aumentar a oferta de vagas de empregos conforme orientação do governador Carlos Massa Ratinho Júnior.   

“Isso se deve ao empenho e dedicação da equipe do Departamento Estadual do Trabalho, que neste início de gestão circulou o Estado todo atrás de novas parcerias e fazendo a capacitação dos agentes profissionais que atuam nas agências”, ressaltou o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost. 

 

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede