Tibagi investirá R$1,5 mi em tecnologia e segurança

Campos Gerais

11 de julho de 2019 18:25

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Sessão da Câmara de Castro é marcada por homenagens

Sala do empreendedor de Piraí oferece cursos para população

Ciclista morre ao ser atingido por carro na BR-277

Sicredi Campos Gerais atinge a marca de 70 mil associados
Adetur recebe certidão do Ministério do Turismo
Sicredi Campos Gerais PR/SP aumenta base de associados
Trio armado com faca assalta mulher e crianças
Maior parte deste recurso será investido na segurança pública Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Recurso veio graças a um empréstimo com o Banco do Brasil, que teve seu contrato assinado nesta terça-feira (9), no Palácio do Diamante

Nesta terça-feira (9), o prefeito Rildo Leonardi e a vice-prefeita, Helynez Santos Ribas, receberam os vereadores e representantes do Banco do Brasil para a assinatura do contratode um custeio de R$ 1,5 milhão, que será utilizado para investimentos em tecnologia e segurança pública. Com o montante serão adquiridos veículos, softwares mais potentes câmeras de monitoramento para o município.

O prefeito explica que a maior parte deste recurso será investido na segurança pública. “Monitorando os prédios públicos, com toda certeza, nós estaremos ajudando a monitorar a cidade. Estamos trocando computadores que estão sucateados, trocando software, por um mais potente, para poder levar internet e aumentando as capacidades de redes”, fala Leonardi.

O executivo investiu,com recursos próprios, cerca de R$300 mil, para aquisição de câmeras de monitoramento que ficarão espalhadas pela sede e pelos distritos. 

Outra novidade adquirida com este montante são os chips que serão instalados nos tanques de combustíveis para monitorar o consumo dos veículos, que também receberão rastreador.

Para a segurança, a Prefeitura ainda estuda junto com o Ministério Público e Câmara Municipal uma reforma administrativa e a criação do cargo de diretor de segurança, uma pessoa com experiência em segurança pública que ficará responsável pelo monitoramento dos equipamentos.

Alguns itens já foram licitados e os próximos irão para licitação nos próximos dias. A expectativa é que dentro de sessenta dias todos os equipamentos sejam licitados e instalados.

O valor tem seis meses de carência e será pago em seis anos.


Transferência

A Câmara Municipal já aprovou a transferência de cerca de R$200 mil deste valor para a contratação do serviço de instalação dos equipamentos na sede e nos distritos


Com informações da Assessoria

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede