PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Cooperativa Castrolanda adere ao movimento #NãoDemita

Campos Gerais

23 de abril de 2020 10:51

Da Redação


Relacionadas

DBUG Telecom faz projeto para estimular a doação de sangue

Trio é detido com armas, drogas e munições nos Campos Gerais

Fim da concessão traz impacto econômico para as prefeituras

CCR Rodonorte conclui ciclo de R$ 5 bi em investimentos
Bolsonaro agradece Piraí do Sul por título de Cidadão Honorário
Jaguariaíva realiza campanha para combater a violência
Saúde de Irati organiza ‘Dia D’ de combate à dengue
Cooperativa tem mais de 3,5 mil funcionários nos estados do Paraná e São Paulo Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Objetivo da adesão é garantir e proteger os mais de 3,5 mil empregados nos estados de São Paulo e do Paraná

A Castrolanda se uniu ao time de empresas e instituições de vários setores que aderiram ao movimento #NãoDemita. A iniciativa faz parte do compromisso de responsabilidade social e garante por parte da cooperativa a proteção de mais de 3,5 mil empregos diretos nos Estados do Paraná e São Paulo.

“Nossa responsabilidade vai muito além do dia a dia e da realização de nossas atividades. Temos entre nossos valores o comprometimento e a valorização das pessoas, colaboradores, pais e mães de família que se dedicam para o bom desenvolvimento de toda a cadeia produtiva”, é o que explica o Diretor Presidente da Castrolanda, Willem Berend Bouwman.

Apesar de em nenhum momento ter sinalizado com a redução do quadro de colaboradores, a cooperativa preza pela transparência e firma mais esse compromisso com a sociedade. “Em momentos críticos como o que enfrentamos agora, atitudes como essa ajudam a evitar ou minimizar um possível colapso econômico e social”, enfatiza o Presidente.

O manifesto, criado para tentar reduzir os efeitos da crise durante o período da pandemia causada pelo Coronavírus (Covid-19), conta atualmente com a participação de mais de 3 mil empresas em todo o país e prevê que não deve ocorrer a redução de funcionários até o fim do mês de maio. “Estes são tempos extraordinários e que exigem medidas extraordinárias. Não podemos ignorar nossa responsabilidade”, destaca parte do texto assinado pelos responsáveis legais da Castrolanda.

Importante destacar que desde o início da pandemia a cooperativa tem tomado todas as medidas necessárias no combate a propagação do vírus, bem como, na proteção a saúde, segurança e o bem-estar de associados, colaboradores, prestadores de serviços, clientes e toda a sociedade.  Além da adesão a este movimento, a empresa manteve também as contratações previstas e não congelou vagas. 

PUBLICIDADE

Recomendados