Huhtamaki arrecada mais de 10 mil livros para o projeto Pegaí

Campos Gerais

29 de abril de 2020 13:40

Da Redação


Relacionadas

Pelotão de Choque apreende armas e pé de maconha

Prefeitura de Castro divulga resultado da testagem rápida

Motorista morre após capotamento na BR-373

Município de Jaguariaíva completa 197 anos de história
Vereador é preso suspeito de violência doméstica
Polícia Militar evita furto de carne em colégio de Castro
Mulher fica ferida após bater carro contra poste na BR-153
Paula e Rute fizeram um treinamento com o pessoal do Instituto, de maneira a preparar-se para se tornarem voluntárias, despertando também o interesse em novos voluntários Foto: Reprodução/Idomar Cerutti
PUBLICIDADE

A multinacional finlandesa está sediada em Palmeira há mais de 20 anos, produzindo embalagens para ovos e frutas a partir de papéis reciclados

Rute Mika, que é Coordenadora de Compras, explica que são processadas em torno de 2.000 toneladas de papel reciclado todo mês. “Sempre acabava vendo livros em meio às aparas de papel e vi aí uma oportunidade nascendo, pois estes livros poderiam de alguma forma chegar até os leitores”, comenta Rute. 

Foi neste momento que juntamente com a colega Paula Freitas foram em busca de um projeto que se encaixasse neste anseio. Ao realizar uma procura, acabaram encontrando na região o Pegaí Leitura Grátis, que foi idealizado e é coordenado pelo professor universitário Idomar Augusto Cerutti.Segundo Idomar, o Pegaí Leitura Grátis foi iniciado há 6 anos e após uma longa caminhada, atualmente está presente em 15 municípios do Estado, com 67 estantes e 184 pontos de coleta. 

A equipe do Pegaí também fez uma parceria para restauração dos livros, pois alguns destes precisam de algum cuidado para poderem passar pelas mãos dos leitores. Foi assim que o Pegaí Leitura Grátis montou, em parceria com a Penitenciária Estadual de Ponta Grossa, um Hospital de Livros, para que quando necessário se faça a restauração e preparando-os para leitura.

Depois de verificada a viabilidade, discutidas as necessidades e próximos passos, a Huhtamaki do Brasil e o Pegaí Leitura Grátis iniciaram uma parceria. Paula e Rute fizeram um treinamento com o pessoal do Instituto, de maneira a preparar-se para se tornarem voluntárias, despertando também o interesse em novos voluntários.

Após esta fase, foi dado o pontapé inicial para que diversos contatos fossem feitos com fornecedores de reciclados e livros pudessem ser separados. “Estes livros em algum momento não eram necessários, e acabaram indo parar no lixo reciclável, mas agora com esta separação, irão encontrar leitores, que poderão adquirir cultura e conhecimento”, ressalta Rute. Além desta parceria feita entre a Huhtamaki e os recicladores, existe a coleta com o qual o projeto se originou, por meio das divulgações nos locais de captação, onde as pessoas deixam o seu livro que não está mais em uso, disponibilizando-o assim para um futuro leitor interessado

Leia mais em Rádio Ipiranga

PUBLICIDADE

Recomendados