Prudentópolis quer identificar participantes de festa

Campos Gerais

15 de maio de 2020 17:38

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

PRF intensifica projeto 'Vidas nas Estradas' na região

Receita Federal recebe 220 mil declarações na região

Temporal atingiu ao menos 54 cidades no Paraná

Jaguariaíva registrou queda de árvores e destelhamentos
Prefeitura de Sengés entrega 42 casas nesta sexta-feira
Polícia Civil prende suspeito de série de furtos e roubos
Pavimentação em bairro de Castro inicia segunda fase
Pamela Belin Mello revelou nas redes sociais estar contaminada com o novo coronavírus Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Ação busca monitorar 150 pessoas que participaram de evento junto a uma mulher que teve confirmação para o novo coronavírus

A Prefeitura de Prudentópolis e a Polícia Civil se manifestaram sobre uma postagem em redes sociais de uma jovem que informou estar infectada pelo novo coronavírus e que teria participado de uma festa com 150 pessoas no município. O caso teve repercussão estadual e deixou a população local bastante preocupada.

Segundo a Prefeitura, o exame apresentado não foi realizado em laboratório oficial e não é aceito como prova da detecção do novo coronavírus dentro do protocolo estabelecido pela Secretaria de Estado da Saúde. Para a confirmação da detecção do vírus está sendo providenciado novo exame de contraprova.

“Até que se tenha a notícia oficial do resultado de um novo exame, todas as pessoas que tiveram contato com o possível caso suspeito estão sendo monitoradas e notificadas para quarentena obrigatória em isolamento domiciliar por 14 dias”, relata a nota.

Em relação à festa, a Prefeitura informa que os participantes e integrantes da lista de convidados estão sendo identificados, monitorados e notificados. A festa foi de iniciativa particular, em propriedade privada e sem autorização do poder público, sob expressa responsabilidade de quem organizou, ficando à margem da fiscalização do Município por não se tratar de estabelecimento comercial regularmente licenciado.

Todas as pessoas que tiveram alguma espécie de contato com os envolvidos ou participantes somente devem manter contato com a Secretaria de Saúde caso manifestem sintomas. “Os exames de testagem serão aplicados dentro do protocolo estabelecido pela Secretaria de Estado da Saúde aos sintomáticos”. 

Caso de Polícia

O delegado Rodrigo Cruz dos Santos se manifestou para a imprensa local nesta sexta-feira (15). Ele determinou a confecção de boletim de ocorrência para apurar o caso. “Nós vamos esperar o período de quarentena de 14 dias para começar ouvir essas pessoas e posteriormente encaminhar o termo circunstanciado ao poder judiciário", disse à Rádio Copas Verdes.

Informações do Portal Clique.

PUBLICIDADE

Recomendados