Jaguariaíva já realizou mais de mil ações contra a Covid-19

Campos Gerais

02 de julho de 2020 18:20

Da Redação


Relacionadas

Aliel destina equipamentos e recursos para Rebouças

Profissionais da Saúde de Teixeira Soares são infectadas

Hospital de Irati pede orações por técnico de enfermagem

Imbituva registra duas mortes por covid-19 em um dia
Diretora do Procon estará na oitava Aula Show nesta quarta
Tibagi investe R$ 270 mil em extensão de rede elétrica
Asilo e APAE de Imbituva recebem recursos indicados por Aliel
Somente na última semana de fiscalização foram realizadas mais de 1.847 ações no município Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Somente na última semana de fiscalização foram realizadas mais de 1.847 ações no município

Desde o início da pandemia da Covid-19 o município de Jaguariaíva tem agido rápido para contenção da propagação do novo coronavírus. Entre as recentes ações está a contratação de fiscais de saneamento para verificação das ocorrências de inadequações às medidas de combate ao novo coronavírus. Somente na última semana de fiscalização foram realizadas mais de 1.847 ações relacionadas à Covid-19.

A maioria das infrações detectadas – 1.410, foi relativa ao uso de máscara. O item, que pode ser de tecido e feita em casa, e também foi distribuído gratuitamente pelos CRAS,  é obrigatório em todo o Paraná por ser um aliado na proteção. A fiscalização em Jaguariaíva detectou contudo que vários cidadãos ignoravam a necessidade do uso ou usavam de forma errada a máscara, como embaixo do queixo ou sem a cobertura do nariz. O bairro mais recorrente foi o Primavera.

Também foram feitas vistorias em empresas para orientações e verificação de denúncias, que nos últimos dias somaram 107. Através dessas denúncias foram verificadas, por exemplo, 56 possíveis situações de eventos particulares, como churrascos e festas, sendo que a maioria neste início de tratava-se de som alto e com reunião de menos de seis pessoas, descaracterizando a aglomeração. Houve atendimento ainda de quatro reclamações relacionadas ao não cumprimento de isolamento de pessoas confirmadas ou com suspeita de Covid-19.

Segundo a coordenadora da Vigilância em Saúde, Gisele Marins, e o coordenador dos fiscais de saneamento, Bruno Vinícius Kojo Vieira,  de 22 a 28 de junho, conforme legislação vigente, os procedimentos foram mais voltados à orientação da população e responsáveis pelo comércio e serviços. Com isso as denúncias recebidas no período quanto ao descumprimento das normas sanitárias resultaram em termos de notificação. A Vigilância em Saúde comunica que na sequência poderão ser aplicadas multas para descumprimento das medidas de contenção da Covid-19. As denúncias continuam sendo recebidas até 22 horas pelo (43) 99806-5537. Após este horário elas podem ser feitas à Polícia Militar.

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados