PRF autua seis condutores embriagados na BR-373

Campos Gerais

25 de julho de 2020 09:28

Fernando Rogala


Relacionadas

Veículo sai de pista e capota após trevo na BR-153

Polícia Militar deflagra operação em Piraí do Sul

Região se consolida como 2ª maior produtora de cevada

Carambeí terá quatro postulantes à Prefeitura em 2020
Cinco agências da Caixa na região abrem neste sábado
Ex-marido usa toalha para tentar sufocar mulher em Palmeira
Panvel abre 90 vagas de trabalho no Paraná
Ação foi realizada em Prudentópolis Foto: Divulgação PRF
PUBLICIDADE

Entre os 30 condutores abordados na fiscalização da PRF com foco no combate à embriaguez ao volante, seis tinham ingerido álcool

“Se dirigir, não beba”. Apesar da frase ser amplamente difundida e ser conhecida praticamente pela integralidade dos condutores e motoristas, nem todos eles respeitam a legislação, colocando em risco a sua vida e a dos demais condutores. Em uma ação de abordagem a 30 motoristas, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-373, no município de Prudentópolis, na noite desta sexta-feira (24), com a aplicação do teste do etilômetro, 20% deles estavam embriagados. Isso significa que a cada cinco condutores parados, um tinha ingerido álcool e estava dirigindo. Em plena rodovia.

Dirigir sob influência de álcool é uma infração de natureza gravíssima. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o valor da penalidade de multa é de R$ 2.934,70 e, em caso de reincidência, passa para R$ 5.869,40. O infrator, além de receber sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, ainda terá o seu direito de dirigir suspenso por 12 meses. A tolerância é zero. Além disso, se o etilômetro apontar a concentração superior a 0,33 mg de álcool por litro de ar expelido, o fato é considerado crime de trânsito, passando o condutor a responder criminalmente por seus atos.

 

Outras irregularidades

Além da embriaguez, os policiais rodoviários também encontraram outras irregularidades durante a ação de fiscalização. Dois dos motoristas abordados não eram habilitados. Ademais, 12 veículos foram autuados por infrações diversas, sendo que dois deles foram removidos em razão de irregularidades que comprometiam a segurança.

PUBLICIDADE

Recomendados