Prefeitura de Castro divulga resultado da testagem rápida

Campos Gerais

15 de setembro de 2020 19:30

Da Redação


Relacionadas

Pandemia derruba faturamento de 67% das empresas na região

Telêmaco Borba soma seis candidaturas à Prefeitura em 2020

Aliel entrega veículos para APAE e Asilo de Imbituva

Arrecadação federal cresce 17,4% na região em agosto
Ratinho e Sloboda entregam 1º Condomínio do Idoso nesta quinta
Ex-vereador acusado de tentativa de homicídio não está foragido
Prorrogadas inscrições para oficinas do Projetando Cidades
Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Secretaria de Saúde do município realizou 12 mil testes rápidos entre 22 de julho e 22 de agosto 

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, realizou 12 mil testes rápidos para diagnosticar a Covid-19. Esse número corresponde a 50% dos domicílios e a testagem foi feita entre os dias 22 de julho e 22 de agosto em territórios definidos pela Estratégia Saúde da Família (ESF). Todos os funcionários municipais também fizeram o teste.

Dessas 12 mil pessoas, 11.440 testaram negativas, 62 IGG (possuem anticorpos) e 498 IGM (com o vírus ativo no organismo). Aqueles que testaram positivo com IGM foram orientados para ficar em isolamento e eram monitorados pela Secretaria de Saúde. Com esta estratégia, estima-se que quatro mil pessoas deixaram de ser contaminadas.

Dos positivados, 90% foram consideradas assintomáticas, ou com sintomas leves. Dos 498 IGM, 356 não apresentaram qualquer sintoma. Das que apresentaram, o maior número está associado a manifestações de dor de cabeça, tosse, coriza, dificuldade para respirar e febre. Do total, 398 pessoas não tinham qualquer comorbidade. Os demais eram acometidos por doenças como pressão alta, diabetes, problemas respiratórios e cardíacos. 

Faixa etária

Dos 498 positivados, 157 eram do sexo masculino e 341 do sexo feminino. Em relação a faixa etária, dos 16 aos 25 anos, foram 39 pessoas; dos 26 aos 36 anos, 112; dos 37 aos 47 anos, 117 e dos 45 aos 56 anos, 94 pessoas. Mais de 56 anos, 130 pessoas, e 6 pessoas não informaram a idade.

Foi realizado ainda um questionário sobre os locais que essas pessoas haviam frequentado recentemente como supermercados, transporte coletivo, unidades de saúde e comércio. Do total de pessoas, 29% não havia ido ao mercado; 36% uma vez e 35% de uma a mais de cinco vezes. 

Quanto à frequência no comércio, 54% não havia ido; 28% foi uma vez e 18% delas foi de uma a mais de cinco vezes. Na busca por serviços de saúde, 78% não procuraram, 15% buscou uma vez e 7% de uma a mais de cinco vezes. No transporte público, 85% não utilizou; 6% usou uma vez; 5% de uma a mais de cinco vezes e 4% não informaram.

A testagem em massa teve como objetivo traçar perfil epidemiológico da propagação do vírus no município. A secretária Maria Lidia Kravutschke destacou que as medidas adotadas como distanciamento social e a conscientização têm obtido êxito.

Coletas

Desde o início da pandemia, em março, até o dia 13 de setembro, a Secretaria de Saúde coletou 3467 amostras para testes e desses, 2097 deram negativos, 1370 foram confirmados e desses, 1169 foram curados, 185 ficaram em isolamento domiciliar, cinco foram internados e 11 vieram a óbito. De março até setembro, 41 pessoas foram internadas.

“A testagem em massa deu parâmetros para que a Secretaria de Saúde planejasse o retorno de diversas atividades que estavam suspensas. Mas reforçamos que as medidas de distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos continuam sendo fundamentais para evitar a propagação do vírus. Ressaltamos que 90% da população ainda está vulnerável e os cuidados devem ser continuamente observados”, finalizou a secretária.

As informações são da assessoria. 

PUBLICIDADE

Recomendados