Lote de restituição do IR irá liberar R$ 21,49 mi na região

Campos Gerais

22 de setembro de 2020 20:45

Fernando Rogala


Relacionadas

Homem é preso por tortura e violência doméstica em Castro

Jaguariaíva é uma das melhores cidades para envelhecer

Ivaí terá apenas dois nomes na disputa pela Prefeitura

PM apreende mais de 480 kg de drogas nos Campos Gerais
Em Carambeí, Osmar Rickli afirma que ‘segue no páreo’
Médico é morto dentro do próprio consultório
Pedágio fica mais caro na região a partir desta quarta
Delegado Demetrius Soares ressalta a mudança do agendamento da antecipação de malha, cujo processo passa a ser online Foto: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Consulta será liberada nesta quarta. Lote contempla quem enviou a declaração até 15 de setembro 


A Receita Federal do Brasil irá disponibilizar, a partir das 9h desta quarta-feira (23), a consulta ao 5º lote de restituição 2020 do Imposto de Renda Pessoa Física. Na região abrangida pela delegacia da Receita Federal em Ponta Grossa, que abrange 64 municípios, serão liberados R$ 21,49 milhões, valor que será depositado em conta corrente na próxima quarta-feira, dia 30 de setembro, pago para um total de 22.150 contribuintes. A declaração abrange as declarações referentes a 2020, e também quase 700 contribuintes de anos anteriores, por também ser um lote multiexercício. 

Conforme explicou o delegado regional da Receita Federal, Demetrius de Moura Soares, todos os contribuintes que enviaram suas declarações, seja a original ou a retificada, até o dia 15 de setembro, e elas não apresentem inconsistências, haverá a contemplação. “A receita se comprometeu a pagar todas as restituições relativas ao exercício 2020, desde que não apresentassem pendências, até o dia 30 de setembro. E o governo está honrando esse compromisso. Mesmo o contribuinte que estava com inconsistência na declaração, que retificou e deixou de haver essa inconsistência, se enviou até o último dia 15, ele estará neste lote”, reforçou. Este é o último lote regular do ano, mas como informou o delegado, quem tinha direito à restituição, e ainda não recebeu, e fizer essa retificação nos próximos dias, será contemplado no próximo lote. 

Uma novidade para este ano, informa Soares, é que, caso a Receita aponte alguma divergência e o contribuinte não concorde, ele já pode fazer o pedido de antecipação da análise da declaração pela internet – até o ano passado, a apresentação dos documentos precisava ser de forma física. “Caso haja inconsistência, ele pode aguardar a Receita intimá-lo, para provar a veracidade das informações prestadas, ou se não quiser esperar, pode se antecipar, e fazer esse pedido de antecipação. E com isso, seguindo o passo a passo neste link, ele vai ser orientado sobre quais documentos vai apresentar, todos no e-cac. Não vai precisar mais vir para atendimento presencial”, relatou.

Montante liberado no Brasil supera R$ 4,3 bi

Em todo o país, o crédito bancário será para 3.199.567 contribuintes, totalizando mais de R$ 4,3 bilhões liberados no último dia do mês. Desse total, R$ 226.353.008,42 referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal, sendo 7.761 contribuintes idosos acima de 80 anos, 44.982 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.685 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 21.303 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

PUBLICIDADE

Recomendados