Homem com filho no colo leva quatro tiros no Paraná

Campos Gerais

28 de setembro de 2020 11:38

Da Redação


Relacionadas

Jovem suspeito de estupro e homicídio é detido no PR

Teixeira Soares tem três na disputa pela Prefeitura

Adolescente é encontrado morto em área rural de Imbaú

Novo caso de covid é registrado em Palmeira
Klabin já investiu R$ 3,8 bilhões no Projeto Puma II
Arapoti inicia atendimento do Samu Regional
Homem é preso com arma e objetos furtados em Jaguariaíva
Suspeito do crime foi identificado por testemunhas e deve se apresentar à polícia nesta semana Foto: Divulgação/Polícia Civil
PUBLICIDADE

Polícia Civil de Reserva investiga tentativa de homicídio ocorrida na semana passada; vítima foi atingida no pescoço e no peito

Uma tentativa de homicídio ocorrida na última semana na cidade de Reserva (região dos Campos Gerais) vem mobilizando investigadores da Polícia Civil. Um homem de 49 anos foi atingido por quatro tiros enquanto carregava seu filho no colo – a criança escapou ilesa do crime, mas o pai dela foi levado ao hospital em estado gravíssimo. Os tiros atingiram pescoço e tronco da vítima, conforme foi apurado pelo portal aRede.

O homem ferido foi socorrido no Hospital Menino Jesus, em Reserva, e precisou ser transferido para Ponta Grossa devido à gravidade dos ferimentos. O autor do crime já foi identificado e deve se apresentar às autoridades policiais do município ainda nesta semana.

O crime

A vítima estava com a família na casa de sua mãe no último dia 21, na rua Generoso Marquês, área central do município. Quando o homem saia de casa com seu filho de menos de dois anos no colo, foi surpreendido pelo ocupante de uma Ford Ranger cinza. O motorista sacou uma pistola e atirou pelo menos quatro vezes na direção do pedestre. Os tiros atingiram pescoço e tronco do homem e, por sorte, não acertaram o bebê.

Tanto a vítima quanto testemunhas conseguiram identificar o autor da tentativa de homicídio e revelaram seu nome aos policiais civis e militares que prestaram atendimento à ocorrência. No entanto, o autor do crime conseguiu fugir e não foi encontrado.

Passagens na polícia

O homem baleado já foi preso pelo menos três vezes, como revelaram ao portal aRede fontes ligadas ao caso. Uma dessas prisões foi justamente pelo assassinato de sua ex-companheira, crime ocorrido há mais de uma década na cidade. A mulher que foi morta seria filha do autor da tentativa de homicídio ocorrida na última semana; a motivação, portanto, seria vingança. Ele também já cumpriu pena por tráfico de drogas e posse de colete balístico.

PUBLICIDADE

Recomendados