Homem é preso por tortura e violência doméstica em Castro

Campos Gerais

16 de outubro de 2020 15:42

Da Redação


Relacionadas

Crea apresenta proposta para candidatos de Telêmaco Borba

Moto cai em rio após acidente e piloto morre em Irati

Bebê de quatro meses morre após acidente na BR-277

Sicredi inaugura novo prédio em Palmeira
Em Palmeira cinco novos casos de Covid-19 são confirmados
Polícia apreende drogas e cigarros durante operação
Receita Federal restitui R$ 2,2 milhões na região
Homem foi preso em flagrante e levado à delegacia de Castro Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Prisão em flagrante foi realizada pela Polícia Civil. Homem usava agulhas para torturar a vítima

A Polícia Civil de Castro, na manhã de ontem (15/10), em apoio a uma situação repassada pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Aconchego, prendeu um homem em flagrante por tortura e violência doméstica. No local, os policiais tomaram conhecimento que uma mulher estaria sendo vítima de tortura, ameaça e lesão corporal pelo seu marido.

De posse das informações levantadas pelo Setor de Investigações, a superintendência da unidade policial se deslocou até o bairro Santa Clara e efetuou  a prisão em flagrante do agressor, um rapaz de 19 anos, que foi conduzido para a 43ª DRP e apresentado à Autoridade Policial de plantão para a formalização dos procedimentos cabíveis.

Segundo relatos da vítima, o autor a torturava de forma física e psicológica. A Polícia Civil apurou que o homem utilizava agulhas para perfurar a mão da vítima e com uma faca a ameaçava, constantemente, de morte, mas que primeiro quebraria suas pernas.

O motivo para tal violência seria porque o suposto autor não queria que sua mulher saísse de casa para buscar remédio para sua filha, portadora de necessidades especiais, de apenas oito meses.

A Polícia Civil de Castro conseguiu dar uma resposta rápida e efetiva com o trabalho em conjunto com o CREAS Aconchego e ressalta que a PCPR dedica atenção especial ao atendimento das vítimas de violência doméstica.

As informações são da assessoria. 

PUBLICIDADE

Recomendados