PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Municípios da região retomam o 'toque de recolher'

Campos Gerais

22 de janeiro de 2021 10:23

Da Redação


Relacionadas

Câmara de Castro fecha após o novo decreto estadual

Palmeira atualiza restrições para conter avanço da Covid

Telêmaco debate ações para fortalecer o setor cultural

Irati divulga decreto seguindo determinações estaduais
Aliel reforça compromisso com os municípios da região
Prefeitura de Arapoti busca ampliar geração de empregos
Sicredi passa a atender com atendimento agendado
Castro, Carambeí e Jaguariaíva já optaram por restringir a circulação popular durante a noite e limitaram horários Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Castro, Carambeí e Jaguariaíva já optaram por restringir a circulação popular durante a noite e limitaram horários

Alguns municípios dos Campos Gerais retomaram o ‘toque de recolher’ nas últimas semanas. A medida visa reduzir a disseminação do coronavírus e diminuir a quantidade de possíveis acidentes para preservar o nível de atendimento em hospitais.

Na quarta-feira (20), o município de Jaguariaíva oficializou novamente a restrição por meio do decreto 113/2021, assinado pela prefeita Alcione Lemos.

O documento assinado pela prefeita Alcione Lemos restringe a circulação de pessoas entre as 21h e as 5h. Entre outras medidas, a venda de bebidas alcoólicas na cidade também está proibida das 23h até as 5h. 

Com relação aos estabelecimentos comerciais, como bares, lanchonetes, supermercados, entre outros, é obrigatório o fechamento e o esvaziamento do local até às 21h, sob pena de multa administrativa no valor entre um a cem Unidades Fiscais do Município, que em 2021 custam R$119,52 cada. O decreto também reforça a aplicação de todas as medidas sanitárias durante o horário de funcionamento.

Em Carambeí, o ‘toque de recolher’ foi retomado no dia 12 de janeiro deste ano, após decreto assinado pela prefeita Elisângela Pedroso.

Além do limite na circulação de pessoas entre as 23h e 5h, o Decreto 06/21 traz outras determinações, como ocupação de no máximo 50% em locais como igrejas, academias, restaurantes e afins. Inicialmente, o documento tem vigência até 26 de janeiro na cidade. 

“A proposta principal é evitar aglomerações e combater o contágio à doença”, disse a prefeita de Carambeí. “No caso das empresas, pedimos preferência para reuniões online para evitar o contato presencial”, explicou. 

A cidade de Castro decretou o ‘toque de recolher’ até o dia 31 de janeiro. Com isso, o deslocamento de pessoas está suspendo entre as 21h e as 5h.

Neste período, está proibida a realização de eventos públicos ou particulares, de qualquer natureza, com reunião de público acima de dez pessoas, exceto a celebração de culto religioso de qualquer natureza e a realização de provas de vestibulares, concursos públicos, conforme calendário previamente fixado.


Gestores apostam na prevenção

Na cidade de Reserva, o decreto assinado pelo prefeito Lucas Machado, no dia 13 de janeiro, reforçou as restrições contra o coronavírus.  O documento estabelece critérios mais rígidos para atendimento em estabelecimentos comerciais da cidade. Em Palmeira, um novo decreto deve ser oficializado em breve. Após reunião com o setor de saúde no início da semana, o prefeito Sérgio Belisch afirmou que as novas medidas não devem prejudicar em excesso o setor comercial, mas é preciso frear a contaminação por Covid-19 no município.

PUBLICIDADE

Recomendados