PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Porto Amazonas determina 'lockdown' para conter a Covid

Campos Gerais

23 de fevereiro de 2021 20:45

Allyson Santos


Relacionadas

Homem é preso após atirar no cachorro do vizinho

Sindicato dos Servidores de Irati adia data das eleições

Imbituva libera funcionamento de setores do comércio

Prefeitos avançam para adquirir vacinas
Castro traça plano de metas para os próximos quatro anos
Sindicato apresenta modelos de atender com o Decreto Estadual
Agricultura Familiar de Irati compõe merenda escolar
Sistema de saúde municipal entrou em colapso nas últimas semanas Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Sistema de saúde municipal entrou em colapso nas últimas semanas

A prefeitura de Porto Amazonas adotou medidas mais rígidas para combater a disseminação do coronavírus na cidade. Em decreto publicado na última sexta-feira (23), ficou estabelecido o fechamento de bares, salões de beleza, academias e lojas em geral até a próxima sexta (26), quando termina a vigência do decreto.

De acordo com a secretária de saúde de Porto Amazonas, Anelise Ribas Kandalski, a decisão de adotar o ‘lockdown’ foi tomada a partir da grave situação vivenciada pelo município nas últimas semanas.

“A nossa maior preocupação é a questão dos leitos de UTI. A cada dia, o número de pessoas que apresentam complicações e necessitam de internação por conta da Covid-19 cresce”, explica a secretária. “A estrutura que temos na nossa cidade é pequena, assim como a quantidade de profissionais”, reafirma Kandalski, que também revelou preocupação com o índice de casos ativos em Porto Amazonas. Segundo o boletim divulgado nesta segunda (22), a cidade possui, atualmente, 59 pessoas contaminadas pelo coronavírus.

O documento assinado pelo prefeito Elias Gomes da Costa também prevê a interdição de locais públicos, como praças, quadras esportivas, academias de saúde ao ar livre e parques infantis. O funcionamento de supermercados e outros serviços considerado essenciais, como farmácias e postos de combustíveis, por exemplo, devem funcionar respeitando a capacidade de 30 % de ocupação e as medidas de limpeza e distanciamento previstas para o combate à doença. Estabelecimentos desta categoria podem permanecer abertos entre as 6h e as 21h. 

O decreto também estabelece o toque de recolher entre as 5h e as 21h. A medida é válida para todos os dias da semana e proíbe a circulação de pessoas em vias públicas do município, exceto em casos comprovados de urgência. O descumprimento das medidas é passível de multa.


Sistema de saúde do município já entrou em colapso

A secretária de saúde de Porto Amazonas, Anelise Kandalski, também afirmou que o sistema de atendimento municipal já entrou em colapso. Em entrevista concedida ao Jornal da Manhã e Portal aRede, a responsável pela pasta afirmou que a adoção do ‘lockdown’ ocorreu por conta da  situação insustentável vivenciada pelo município. “Atingimos o colapso por conta do recente surto de casos da doença. A principal medida que pode auxiliar na diminuição de casos é o isolamento social”, destaca a gestora, que também pediu o compromisso da população.

PUBLICIDADE

Recomendados