PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Projetos da RodoNorte unem educação e formação de atletas

Campos Gerais

06 de março de 2021 10:01

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Curiúva alinha propostas voltadas para o esporte

Porto Amazonas reforça parceria com hospital da Lapa

Prefeitura de Castro investe R$ 1,5 milhão no Estádio Caramuru

Jaguariaíva instala três novas academias ao ar livre
Irati promove ação para diversificar produção agrícola
Piraí do Sul fornece kits de alimento para a população
Hospital de Cândido de Abreu recebe novos insumos
PUBLICIDADE

Concessionária é parceira do NBPG e das categorias de base do Operário, colocando Ponta Grossa na ‘primeira prateleira’ das modalidades no cenário nacional

Transformar vidas através do esporte. Colocar Ponta Grossa na primeira prateleira de diversas modalidades. Este é o compromisso da CCR RodoNorte com seu investimento social no âmbito esportivo. Há anos incentivando a promoção de atletas, dois projetos continuam tornando o sonho de vários atletas uma realidade: o Novo Basquete Ponta Grossa (NBPG) e o Jovens Talentos Pontagrossenses junto às categorias de base do Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC).

Através do Instituto CCR e da Lei de Incentivo ao Esporte, o NBPG conta com a parceria da RodoNorte desde 2013. Os atletas que participam da equipe são universitários que recebem bolsas da UniSecal e, assim, conseguem conciliar o esporte com a educação superior. Um deles foi Milos Alexander: ex-atleta do NBPG, formou-se em Educação Física, comandou a base da equipe e hoje é o técnico do time masculino.

“Eu era o capitão da equipe quando conquistamos o primeiro título, a Taça Paraná em 2013. A minha opção em ter vindo a Ponta Grossa é coincidir o basquete com o estudo. Essa transição que passei aqui foi bem interessante. E, quando me tornei técnico, mudou minha vida”, destaca Milos.

E, tudo isso, conta o treinador, foi com a estrutura disponibilizada com a parceria junto a CCR. “Antes da entrada da RodoNorte tínhamos uma estrutura básica. Com a parceria, viabilizamos um trabalho maior, aumentos o nível de competição. Começamos a fazer frente em várias competições, conquistando títulos, sendo finalistas, elevando e muito o nível da equipe dentro e fora da quadra”, aponta o treinador.

Paulo Affonso Moreira, coordenador do NBPG, em sintonia com Milos, cita que a parceria sempre seguiu a linha projetada. “Nossa proposta foi aceita por ser séria e muito transparente: usar o recurso para beneficiar o atleta com algum talento e com a necessidade de estudar. A união destes fatores produz um esporte com qualidade e forma homens capacitados para o mercado de trabalho futuro. Foi a parte mais importante desta parceria”, destacou o gestor.

Outra ‘dobradinha’ de sucesso da RodoNorte é com as categorias de base do Operário. Através dos recursos da concessionária e com um projeto ambicioso, os ‘Fantasminhas’ puderam participar de diversas competições. “A CCR foi parceira fundamental para que o clube pudesse executar esse projeto. Graças a todas as empresas e instituições envolvidas, em especial a CCR que foi a maior incentivadora, o clube pode oferecer uma estrutura de primeira linha aos atletas”, apontou o coordenador das categorias de base do OFEC, Fabiano Castro.

“Isso tudo acabou atraindo jovens de grande potencial, que puderam evoluir e se desenvolver esportiva e socialmente, através de toda estrutura e equipe multidisciplinar”, sinaliza Fabiano, sobre um projeto que cada vez mais cresce.

Gestores projetam futuro dos esportes

Os gestores do NBPG e da base do Operário avaliam como serão os desafios em 2021 e nos próximos anos. “Apesar das dificuldades que a pandemia trouxe ao futebol e a todos os setores da sociedade, em especial pela falta de competições em 2020, o clube vem conseguindo manter as equipes treinando e motivadas. Temos a expectativa de um grande segundo semestre”, apontou Fabiano.

Já Paulo explica que o trabalho com metas, a cada ano, continuará, com os pés no chão. “Nunca fomos além do que podíamos. Portanto, dando um passo seguro por vez, conseguimos atingir tudo que planejamos a cada ano”, cita o gestor.

Parceria forma joias para o esporte de PG

As parcerias da CCR RodoNorte com as categorias de base do Operário Ferroviário e NBPG ajudam nos aspectos esportivos, sociais, educacionais e culturais, mas também agregam um ponto importantíssimo em qualquer modalidade: a revelação de talentos. No Fantasma, por exemplo, três joias passaram pelo Sub-20 e exaltam a importância de projetos que coloquem Ponta Grossa no cenário brasileiro esportivo.

“É de extrema importância o trabalho da base, pois você tem a oportunidade de mostrar se está preparado para ser um atleta profissional. Traz muitos ensinamentos tanto para a vida de atleta como para vida pessoal, além do trabalho da base poder revelar talentos do próprio clube”, apontou Matheus Desevinka, o Alemão, que atua como atacante.

Colega de base, o zagueiro Zémarcio, destacou os principais pontos de uma boa formação para um atleta profissional. “Na minha visão, o próprio nome já fala por si: base. Ela é necessária, pois prepara o atleta para ter acesso ao futebol profissional. Entendo que essa preparação deve ser forte, intensa e certeira, uma vez que o objetivo é dar condições físicas e psicológicas ao jovem que pretende jogar profissionalmente”, citou.

Para complementar, outra joia do Operário é Douglas Santos. O volante explicou como a estrutura do Fantasma, fortalecido pela parceria com a CCR RodoNorte, trouxe resultados para o início da sua carreira. “O Operário me deu todo um suporte para poder crescer aqui dentro do clube e chegar à equipe principal, fico muito feliz por esse privilégio. Nossa base é muito forte, pode ter certeza que vão aparecer muitos talentos para o Fantasma”, apontou.

O mesmo trabalho pode ser percebido no NBPG. Segundo o treinador Milos Alexander, que já passou por várias etapas na carreira de atleta e treinador, o desenvolvimento é indispensável atualmente. “Com o aporte da CCR veio, automaticamente, uma demanda de atletas de base, o que permite montar mais times masculino e feminino, tornando-se uma marca forte, reconhecida em todo o Brasil”, explicou o comandante. 

| Foto:
 

PUBLICIDADE

Recomendados