PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

AMCG adota ações para potencializar o desenvolvimento

Campos Gerais

04 de maio de 2021 21:30

Da Redação


Relacionadas

Homem é alvejado por tiros e morre em Castro

Jaguariaíva faz novos repasses do projeto 'Merenda Solidária'

Ortigueira libera carnês para o pagamento do IPTU

Reserva projeta construção de novo hospital municipal
Iniciativa da AMCG pretende estimular o turismo nas cidades
Palmeira abre seleção para contratar profissionais de saúde
Arrecadação de ICMS na região cresce 38% até abril
Associação pretende elencar prioridades de cada uma das 19 prefeituras da região e ampliar a capacidade de investimentos Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Associação pretende elencar prioridades de cada uma das 19 prefeituras da região e ampliar a capacidade de investimentos

O presidente da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) e prefeito de Castro, Moacyr Fadel (Patriota), participou de uma reunião com representantes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas do Estado do Paraná nesta terça-feira (4). Outros gestores da região que fazem parte da AMCG também estiveram presentes no encontro, realizado de maneira remota.

Na ocasião, a entidade afirmou que pretende elencar as prioridades de cada uma das 19 prefeituras que fazem parte da associação, aumentar a capacidade de recursos e assim destravar o desenvolvimento regional. Fadel, afirmou que tem se empenhado no processo de aproximação entre os municípios e o Governo do Estado. “Somos uma Associação muito atuante e nossos prefeitos estão imbuídos para desenvolver seus municípios”, destacou.

Para tentar desburocratizar procedimentos, utilizar mais recursos a fundo perdido e linhas de financiamento da ParanaCidade, o presidente da AMCG sugeriu enviar as demandas municipais e verificar qual seria a melhor solução dentro das opções do Estado. “Não queremos ficar amarrados, com recursos limitados de emendas, ou aguardando os trâmites demorados que os programas geralmente trazem”, explica.

O secretário de desenvolvimento urbano e obras públicas do Paraná, João Carlos Ortega, destacou que os gestores devem elencar suas prioridades para que o Estado possa colaborar cada vez mais, seja em obras, projetos ou maquinários, por exemplo. “Após as prefeituras realizarem este levantamento, verificamos o leque de serviços que podemos utilizar para sanar e dar uma vazão maior aos projetos”, garante o secretário de Estado. “Temos um pacote grande, mas precisamos do levantamento para poder avançar”, completa.

O superintendente executivo da Sedu, Álvaro Cabrini, realizou a exposição do ‘leque’ de serviços que pode ser aportado pelas prefeituras da região. “Nosso objetivo é levar políticas públicas para o desenvolvimento dos municípios”, disse. Os sistemas de financiamento da Fomento Paraná e os programas de governo foram citadas pela Sedu.


Municípios se aproximam do Estado

Após a reunião, os prefeitos deverão encaminhar o levantamento de prioridades para dar início à vazão de seus projetos. “Nós já estamos adiantados neste caminho”, destaca o presidente da AMCG, contando que, desde o início de sua gestão à frente da entidade, vem buscando aproximação e agenda com entidades do Governo. Este ano, os gestores já realizaram reunião com a Secretaria de Estado da Educação. Além disso, Fadel levou demandas dos Campos Gerais às Secretarias de Saúde e de Planejamento de Serviços Estruturantes.

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados