PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Imbituva suspende consultas médicas em UBS por 15 dias

Campos Gerais

28 de maio de 2021 19:30

Da Redação


Relacionadas

Duplicações ampliam segurança na BR-376 na região

Capal doa novos equipamentos para o hospital de Arapoti

Carambeí projeta novo Centro Municipal de Saúde

Piraí do Sul aprova projeto que proíbe fogos com barulho
Ensino municipal de Palmeira retoma atividades na segunda
Bakri inaugura maior rede de abastecimento rural do PR
Prefeito de Tibagi dialoga com empresários sobre restrições
Entre os atendimentos suspensos estão consultas pré-agendadas, acompanhamento dos programas de hiperdia, coletas de exames preventivos e puericultura Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Entre os atendimentos suspensos estão consultas pré-agendadas, acompanhamento dos programas de hiperdia, coletas de exames preventivos e puericultura

A gestão municipal de Imbituva anunciou, nesta quinta-feira (27), a suspensão dos atendimentos eletivos realizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) por 15 dias. A medida, válida até o dia 9 de junho, foi adotada por conta do grave cenário da pandemia na cidade. Em nota, a prefeitura justificou que a suspensão é necessária para priorizar os pacientes com síndromes gripais suspeitas de covid-19, uma vez que o Pronto Atendimento está sobrecarregado. As unidades ficarão abertas das 8h às 16h.

Entre os atendimentos suspensos estão consultas pré-agendadas, acompanhamento dos programas de hiperdia, coletas de exames preventivos e puericultura. Desta forma, ficam mantidos apenas os atendimentos a gestantes, recém-nascidos e situações de emergência, além das vacinações. As equipes que atuam nas UBS foram solicitadas e orientadas para dedicar atenção aos pacientes com indicativo de coronavírus.

Caso o médico responsável identifique casos graves de covid-19, estas pessoas serão direcionadas imediatamente ao Pronto Atendimento Municipal. De acordo com a prefeitura, a ação deve minimizar os impactos da doença no sistema de saúde, fazendo com que os pacientes que aguardam transferência na Central de Leitos tenham um atendimento adequado.

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados