PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Universidade em Jaguariaíva capacita professores locais

Campos Gerais

22 de junho de 2021 19:45

Da Redação


Relacionadas

Palmeira debate ações do projeto 'Beco e Boulevard'

PF desmantela grupo criminoso nos Campos Gerais

Porto Amazonas incentiva a qualificação profissional

Ipiranga adquire veículo para a área de assistência social
Fadel autoriza obras com investimento de R$ 1,5 mi em Castro
Sanepar destaca realização de projetos em Piraí do Sul
Ortigueira realiza avaliação com alunos da rede municipal
Atual prefeita, Alcione Lemos (DEM), era a secretária municipal de Educação, Cultura e Esporte na época da conquista do polo que completa 12 anos no município Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Prefeita Alcione Lemos (DEM) era a secretária municipal de Educação, Cultura e Esporte na época da conquista do polo que completa 12 anos no município

A cidade de Jaguariaíva é uma das cidades contempladas pelas atividades da Universidade Aberta do Brasil (UAB), que completou 15 anos de atuação no país em 2021. O sistema favorece a formação e o aperfeiçoamento de professores e comunidade na modalidade de educação a distância (EaD). Em Jaguariaíva, o Polo UAB vai comemorar 12 anos. A atual prefeita, Alcione Lemos (DEM), era a secretária municipal de Educação, Cultura e Esporte na época da conquista do polo, durante a primeira gestão do prefeito Otélio Renato Baroni. 

A chefe do Executivo buscou o projeto para dar aos jaguariaivenses a oportunidade de terem, em sua própria cidade, o acesso gratuito a cursos de grandes instituições de ensino superior, visando melhoria na formação de professores e oportunidade de estudo para todos. “Como gestores municipais, pensamos não só na educação de nossas crianças, mas também no ensino de qualidade para nossos jovens e adultos”, relata.

O primeiro local de funcionamento da UAB em Jaguariaíva foi o antigo Grêmio PISA, com os cursos de História, Geografia e Letras Português/Inglês. Em 2012 os cursos passaram a ser oferecidos no Condomínio Matarazzo, com nova avaliação do espaço pelos órgãos competentes. Já em 2015, os cursos passaram a um bloco especial, anexo à Escola Municipal Maria de Lourdes Oliveira Taques. A secretária municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Erla de Melo, destaca que o pólo é uma importante estratégia de formação docente, por isso nos últimos anos o município tem investido na manutenção do projeto.

PUBLICIDADE

Recomendados