PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Grupo de trabalho discute cicloturismo na região

Campos Gerais

31 de agosto de 2021 14:20

Da Redação


Relacionadas

Quatro homens são presos após operação em Arapoti

Imbaú avalia conquistas após participação na Expo Dubai

Gestão de Reserva busca apoio para revitalizar escolas

Associação doa novos insumos para a saúde de Telêmaco
Evento reúne empresas do setor turístico regional
Prefeitura de Castro entrega nova unidade de acolhimento
Polícia Militar fortalece o monitoramento em Carambeí
A atividade é um desdobramento da reunião no último dia 30 de agosto sobre a viabilidade da modalidade em Ponta Grossa e cidades vizinhas. Foto: Divulgação/ADETUR
PUBLICIDADE

ADETUR - Campos Gerais destina um grupo para debater sobre a modalidade, com primeira reunião marcada para o próximo dia 09 de Setembro

A Agência de Desenvolvimento do Turismo – ADETUR Campos Gerais criou um Grupo de Trabalho para tratar somente sobre o cicloturismo na região. A primeira reunião será no dia 09 de setembro, às 17h, on-line, aberta para quem quiser opinar e gratuita. As inscrições podem ser feitas pelo link: www.sympla.com.br/adeturcamposgerais.  

A atividade é um desdobramento da reunião no último dia 30 de agosto sobre a viabilidade da modalidade em Ponta Grossa e cidades vizinhas. Trata-se ainda de uma preparação para o “Pedala Paraná”, realização do Governo do Estado, por meio da Superintendência do Esporte, com termo de cooperação técnica da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Detran, Conselho Paranaense de Ciclomobilidade (Conciclo-PR), Sesc, Senac, Paraná Turismo e Paraná Projetos. Conta também com o apoio da Federação Paranaense de Ciclismo, Sebrae e municípios participantes. 

Isso porque, futuramente, o Governo do Estado pretende instalar 80 ciclorrotas, com “placas de sinalização e totens de atendimentos aos ciclistas com bomba de encher pneus, ferramentas para conserto das bicicletas e mapa das rotas. Além disto, o site www.esporte.pr.gov.br oferecerá uma página com georreferenciamento de cada uma das rotas”.  

Conforme a assessoria da Adetur, somente em Ponta Grossa e nos municípios do entorno, já foram mapeados nada menos que 400 km de rotas possíveis para a prática do cicloturismo, representando um grande potencial para investimentos e de recursos no setor. 

PUBLICIDADE

Recomendados