PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Irati, Reserva e Telêmaco Borba garantem novas moradias

Campos Gerais

21 de setembro de 2021 15:56

Da Redação


Relacionadas

Hospital de Teixeira Soares terá reformas com apoio do Estado

Palmeira anuncia chegada de R$ 1,8 milhão em recursos

Jaguariaíva projeta capacitação para retomada do turismo

Tibagi estuda iniciativas de apoio aos produtores
Telêmaco promove ação ambiental com estudantes
Castro promove formação continuada para os professores
Moacyr avalia conquistas da região durante a Expo Dubai
PUBLICIDADE

Municípios da região recebem aporte do programa 'Casa Fácil Paraná'. Subsídio do Governo do Estado supera os R$ 3,1 milhões

O Governo do Estado vai subsidiar uma parte do financiamento da casa própria em outros três municípios dos Campos Gerais. Telêmaco Borba, Reserva e Irati foram contemplados com um investimento total de aproximadamente R$ 3,1 milhões. O aporte acontece a partir de uma parceria entre o Governo Federal, municípios e iniciativa privada no âmbito do projeto ‘Casa Fácil Paraná’.

“Este é o maior programa de um governo estadual para a construção de casas populares no Brasil. Ele dá a oportunidade para que milhares de famílias paranaenses realizem o sonho da casa própria”, destacou o governador. “O programa tem um diferencial. Às famílias que recebem até três salários mínimos, e muitas vezes não conseguem guardar o dinheiro para dar entrada no financiamento, o governo dá R$ 15 mil para elas pagarem o valor de entrada”, afirma.

Para Irati, o Estado destinou R$ 2,1 milhões para custear a construção de 139 moradias. O condomínio, que começará a ser construído no final de outubro, no bairro Engenheiro Gutierrez, contará com 174 unidades e terá investimento total de R$ 24,4 milhões.

“Temos em Irati uma demanda de mais de 3 mil famílias aguardando um teto. A celebração desse convênio com o governo é muito importante para realizar o sonho dessas 174 famílias que precisam de uma moradia”, explicou o prefeito Jorge Derbli. “Com o andamento das obras, em poucos meses teremos a satisfação de fazer a entrega das chaves. A infraestrutura do terreno já está preparada para a construção das casas”, declarou.

Para o prefeito de Reserva, Lucas Machado, este programa representa uma grande conquista para o município. “A partir de agora nosso povo poderá dar entrada em suas moradias e realizar seu sonho, construir seu lar, sua família e o futuro de nossa cidade”, disse o chefe do Executivo. Na cidade, o Estado deverá subsidiar 50 imóveis com R$ 750 mil. O investimento total no projeto será de R$ 5,5 milhões. Em Telêmaco Borba, o ‘Casa Fácil’ vai custear 20 casas com R$ 300 mil. Ao todo, serão erguidas 112 moradias com um custo de R$ 15,7 milhões.

O objetivo do ‘Casa Fácil’ é reduzir o déficit habitacional do Estado, que é de 322 mil casas, de acordo com o Plano Estadual de Habitação de Interesse Social (PEHIS), elaborado pela Cohapar. Além do impacto social às famílias diretamente atendidas, a modalidade deve gerar cerca de 100 mil empregos diretos e indiretos na indústria da construção civil.


Castro e São João do Triunfo também ganham moradias

O município de Castro receberá a construção de 192 novas moradias a partir do programa ‘Casa Fácil Paraná’, o que representará um investimento total de R$ 2,8 milhões. “Esse investimento se soma a vários outros sendo realizados no município, como de infraestrutura, saneamento básico e, agora, habitacional, favorecendo pessoas que mais precisam. Com a casa própria, elas terão mais dignidade em suas vidas”, comemorou Fadel.

Outra cidade dos Campos Gerais que foi incluída nos lotes mais recentes foi São João do Triunfo. A cidade receberá 35 unidades subsidiadas pelo Governo do Paraná. O investimento total será de R$ 3,8 milhões, sendo que o Estado deve cobrir cerca de R$ 525 mil.

PUBLICIDADE

Recomendados