PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Câmara de Telêmaco destina R$ 4 milhões para a saúde

Campos Gerais

15 de outubro de 2021 15:03

Da Redação


Relacionadas

Ipiranga e Prudentópolis avaliam planos de infraestrutura

Tibagi zera número de casos ativos de coronavírus

Receita Federal restitui R$ 1,9 mi do IR na região

Alunos do Júlia participam de exposição fotográfica
Polícia Civil prende acusados de homicídio na região
Homem é encontrado sem vida na PR-151 em Castro
Corpo é encontrado em ponte na BR-277 em Palmeira
Recursos serão utilizados para a realização de cirurgias eletivas Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Recursos serão utilizados para a realização de cirurgias eletivas

O prefeito de Telêmaco Borba, Dr. Márcio Matos, participou de uma cerimônia simbólica para a entrega de R$ 4 milhões ao município. Os recursos encaminhados pela Câmara Municipal serão utilizados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para realização de cirurgias eletivas. Na oportunidade, o gestor elogiou a iniciativa e destacou a parceria entre os poderes Executivo e Legislativo. 

“Nós sempre mantemos o respeito, o bom relacionamento e as portas abertas para os vereadores, que são os olhos do povo para as demandas da cidade. Esse repasse é mais uma prova disso”, afirmou o chefe do Executivo. “É algo que mostra também as responsabilidades dos nossos vereadores com a população, pois esse dinheiro vem para a Saúde em uma hora que precisamos muito. Sem dúvida nos ajudará substancialmente a diminuir a fila das cirurgias eletivas”, afirmou Dr. Márcio.

O presidente da Câmara, Hamilton Aparecido Machado (Miltinho), destacou que o repasse é fruto de economia e responsabilidade no trato com o dinheiro público. “Nós zelamos muito pelo dinheiro público. A economia gerou esse valor, que tenho certeza, será muito útil para as pessoas que precisam das cirurgias e suas famílias também”, opinou.

O secretário municipal de Saúde, Anderson Catto, comentou que esse recurso vem numa hora primordial, uma vez que o governo estadual tem cerca de 214 mil cirurgias eletivas a serem feitas, e somente em Telêmaco Borba a demanda é de 1.5 mil cirurgias. “Esse recurso vem em boa hora, tendo em vista que o estado está com uma demanda de cirurgias eletivas represadas e a previsão para normalizar é de dois anos e meio. Com esse recurso pretendemos fazer aqui, evitando o deslocamento, desgaste, dando mais comodidade para os pacientes”, finalizou.

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados