PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Tibagi finaliza preparativos para o Dia de Finados

Campos Gerais

26 de outubro de 2021 16:47

Da Redação


Relacionadas

aRede destaca trabalho dos prefeitos da região

1º BPM realiza operação em Arapoti e Jaguariaíva

Palmeira investe R$ 600 mil em ESF com apoio do governo

Hospital de Cândido de Abreu recebe licença sanitária
Jovem de 17 anos morre após colidir motocicleta contra poste
Sanepar investe R$ 23 milhões em Telêmaco Borba
Castro inicia programação de Natal nesta sexta-feira
População deve ter cuidado redobrado com os vasos de flores para evitar focos de dengue Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

População deve ter cuidado redobrado com os vasos de flores para evitar focos de dengue

A prefeitura de Tibagi, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, realizou um trabalho de manutenção no cemitério municipal para receber os moradores que pretendem homenagear, neste Dia de Finados, os entes queridos que já se foram. O feriado ocorre na próxima terça-feira (2).

De acordo com o secretário Elizeu Cortez, foi feito todo o trabalho de limpeza interna e externa, além do corte da grama, poda de árvores e retirada de entulhos para deixar o local preparado para receber as pessoas. O responsável ainda disse que todo e qualquer trabalho de manutenção foi realizado até esta terça-feira (26).

De acordo com o responsável pelo setor de zoonoses da Secretaria de Saúde de Tibagi, Pedro Teider, o município toma os devidos cuidados o ano todo para evitar a proliferação do mosquito aedes aegypt, que transmite a dengue. O especialista afirma que, no Dia de Finados, o cuidado deve ser redobrado.

“Entramos em um período mais quente e com chuvas constantes. Qualquer recipiente pode acumular água e gerar a proliferação do mosquito. Desta forma, é preciso que a população tome cuidado com embalagens plásticas, suporte para velas, vasos de flores com potes que acumulam água, entre outras”, afirma Teider.

Os vasos com as flores artificiais devem ser enchidos com areia e também o plástico no qual as flores vem geralmente embaladas também devem ser retirados. O coordenador de zoonoses disse ainda que outro cuidado importante é com o lixo. Pois embalagens de vela e tampinhas de garrafa, por exemplo, também podem acumular água e proliferar o aedes aegypt.

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados