PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Conheça a história do bispo que inspirou Papai Noel

Campos Gerais

02 de dezembro de 2021 10:34

Da Redação


Relacionadas

Homem sequestrado e morto em Castro é identificado

Corpo é encontrado em matagal na área rural de Castro

Motociclista morre em grave acidente na PR-441 em Reserva

Mais de 1,5 mil empresas já optaram pelo Simples na região
Cidades da região ampliam negócios e exportam R$ 17,7 bi
Reserva é destaque na intermediação de mão de obra
Irati entrega 20 toneladas de sementes para produtores
Sinterklaas visita escolas, com seus ajudantes, e distribui presentes. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Sinterklaasfeest comemora o início das festas de fim de ano; tradição holandesa é celebrada no Brasil

Não é só o Papai Noel que chega para trazer os presentes das crianças no mês de dezembro. Conhecido como São Nicolau ou “Sinterklaas”, o tradicional personagem da cultura holandesa desfila em seu cavalo pelas ruas da cidade distribuindo mimos para as crianças que colocam sapatos na lareira para que o amigo das crianças deixe um presente durante a noite; cenouras também são colocadas para alimentar o cavalo.

Nicolau foi um bispo da Turquia, santificado no século IX, que ficou famoso por sua bondade e ajuda que prestava aos pobres e desamparados. Após um tempo, foi criada uma lenda sobre o santo. Nos dias de hoje, as crianças de origem holandesa acreditam que todos os anos ele embarca em um navio vindo da Espanha com seus ajudantes para presentear as crianças que se comportam.

Tradição mantida por imigrantes e adaptada à pandemia

Para celebrar a data, os imigrantes holandeses que moram na região dos Campos Gerais mantêm a tradição do país. Neste ano, devido à pandemia, a comemoração será por drive-thru, com horário marcado, e cada um terá sua chance de ganhar o presente e tirar fotos com o Sinterklaas e seus ajudantes, no dia 4 de dezembro, no Clube Castrolanda, em Castro.

Em Arapoti, colônia holandesa no Paraná, a celebração será durante a tarde com as crianças aguardando a chegada do Sinterklaas. Tânia Gerdiena Bronkhorst Kool, que é voluntária na diretoria do ensino holandês do Colégio Colônia Holandesa, conta que os pequenos ficam ansiosos com a data. “A expectativa é sempre muito grande para a chegada deste dia, começando com o calçado na frente da lareira, onde pela manhã tem um presentinho. Há também ansiedade e curiosidade para ver se o Zwarte Piet, ajudante do Sinterklaas, está à espreita, observando o comportamento das crianças”, diz Tânia.

Katia Loman, secretária da diretoria da Associação Cultural Brasil-Holanda (ACBH), reforça que cada costume mantido e incentivado por imigrantes é importante para que novas gerações preservem as histórias de seus antepassados. “As tradições sempre valorizam e são o diferencial de toda cultura, e com o Sinterklaas não é diferente”, comenta.

Com informações: Assessoria de Imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados