PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Castro garante reposição salarial para os servidores

Campos Gerais

28 de janeiro de 2022 17:03

Da Redação


Relacionadas

Tragédia familiar choca moradores de Palmeira

Famílias de Ivaí recebem novas casas com apoio da prefeitura

Jaguariaíva faz prestação de contas durante audiência

Palmeira adota estratégias para contratar novos médicos
Teixeira Soares faz planos para fomentar a produção de leite
CimSaúde é referência no atendimento de oftalmologia
Popke Van der Vinne é empossado conselheiro
Medida havia sido suspensa em setembro de 2021 por recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) e de acordo com lei federal Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Medida havia sido suspensa em setembro de 2021 por recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) e de acordo com lei federal

Os servidores municipais da prefeitura de Castro voltam a receber, neste mês de janeiro, o salário com reposição inflacionária. A medida havia sido suspensa em setembro de 2021 por recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) e de acordo com a lei federal nº 173/2020, que proibia a concessão de qualquer reajuste ou aumento a servidores públicos.

A administração local havia concedido a reposição inflacionária de 10,47% em abril de 2021, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O Tribunal de Contas do Estado divergiu do índice, alegando que a reposição deveria ter sido de 9,6%, utilizando como parâmetro o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

De acordo com o procurador do município, Julio Philbert, a lei federal impediu qualquer tipo de aumento aos servidores municipais durante a pandemia ocasionada pela covid-19. “Obedecendo à lei, a administração de Castro precisou suspender a reposição salarial. Com o prazo de validade da lei federal expirado em dezembro de 2021, imediatamente foram tomadas todas as medidas legais necessárias para retomar o reajuste dos salários. Assim, já no primeiro pagamento do ano, os servidores receberão a diferença”, explicou Philbert.

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados