PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

'Paraná Produtivo' inicia ações de desenvolvimento na região

Campos Gerais

20 de maio de 2022 14:13

Da Redação


Relacionadas

Homem acusado de estupro morre em troca de tiros

Deputado Aliel Machado destina recursos para Piraí do Sul

Tibagi alinha estratégias para atrair novas indústrias

Arrecadação federal atinge R$ 3 bi em apenas cinco meses
Cidades da Amcespar recebem planos de desenvolvimento
Estado anuncia mais de 350 casas para Jaguariaíva
Paraná cria Subgrupamento de Bombeiros na região de Irati
Prefeito Henrique Carneiro traz detalhes dos novos projetos de lei aprovados pela Câmara Municipal Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Workshop para a instituição da Governança da região dos Campos Gerais será realizado na próxima semana

A Secretaria de Planejamento e Projetos Estruturantes do Governo do Estado realiza na próxima semana workshop para a instituição da Governança da região dos Campos Gerais do programa ‘Paraná Produtivo’. O evento está agendado para terça-feira, dia 24 de maio, às 9h30, no município de Telêmaco Borba, e deve contar com atores da região que participaram das oficinas realizadas pela Secretaria desde o início do ano. 

A Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) vem acompanhando o programa, que foi apresentado pelo então secretário estadual Valdemar Bernardo Jorge em reunião dos prefeitos. “O Paraná Produtivo vem ao encontro das ações da AMCG, que tem como objetivo o desenvolvimento regional”, esclarece o presidente e prefeito de Piraí do Sul, Henrique Carneiro.

As oficinas realizadas na região deram origem a um relatório que dará subsídios para a criação do Plano Regional Integrado (PRI). O relatório aponta as áreas que a comunidade participante das oficinas considera como prioritárias para receber projetos e investimentos.  Para o presidente da AMCG, ao apontar setores mais deficitários e as suas soluções, o Programa deve suprir uma carência da região, principalmente as deficiências encontradas nos pequenos municípios. 

“Os maiores já estão mais estruturados, e recebem, naturalmente, investimentos. Temos que deixar nossa região mais igualitária”, avalia Carneiro. A governança regional, que deve ser instituída na próxima terça-feira, deverá dar apoio na implementação das ações prioritárias. “É muito importante a participação de gestores e sociedades”, antecipa o prefeito.

No mês de novembro de 2021, os municípios que englobam a região participaram da Oficina de Diagnóstico do programa. Esta foi a primeira etapa do projeto “Nosso objetivo é gerar prosperidade para a região”, explicou o coordenador geral da Secretaria, Marcelo Percinotto.

Conforme o coordenador, são duas as estratégias para a construção do programa: o protagonismo regional para o desenvolvimento econômico e sustentável; e a efetividade das ações. “Nesta oficina definimos ‘a cara’ da região, o que é mais importante”, disse, lembrando que nas próximas etapas serão estabelecidas as oportunidades além das potenciais parcerias para a construção do plano. “Vamos estabelecer governança e trazer apoio”, disse.

 

Diagnóstico define diretrizes para o futuro dos municípios

A oficina de diagnóstico teve início com a apresentação do Banco de Informações Regionais, disponível na plataforma do Paraná Produtivo, pelo economista João Tonin. “Conseguimos enxergar uma grande diversificação na geração de riquezas da região”, apontou, citando o potencial agropecuário, que representa 14,2% da riqueza da região. O PIB per capta dos Campos Gerais também foi ponto de destaque, pois é 6% maior que o restante do Estado. 

Para o economista, com base nos dados, a região deve olhar para o desenvolvimento de setores chave quanto aos insumos locais, a industrialização de produtos da região, ampliar estabelecimentos no setor do turismo, além de realizar ações para garantir a manutenção das empresas, por exemplo.

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados