PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Receita restituirá R$ 25,6 mi a contribuintes da região

Campos Gerais

23 de maio de 2022 19:44

Fernando Rogala


Relacionadas

Homem acusado de estupro morre em troca de tiros

Deputado Aliel Machado destina recursos para Piraí do Sul

Tibagi alinha estratégias para atrair novas indústrias

Arrecadação federal atinge R$ 3 bi em apenas cinco meses
Cidades da Amcespar recebem planos de desenvolvimento
Estado anuncia mais de 350 casas para Jaguariaíva
Paraná cria Subgrupamento de Bombeiros na região de Irati
Lote será destinado a idosos, pessoas com deficiência e professores Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Lote contemplará exclusivamente o público prioritário. Valor será pago para 20,8 mil contribuintes


A Receita Federal abrirá, a partir das 10 horas desta terça-feira (24), as consultas para o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2022. Somente na regional abrangida pela delegacia da Receita em Ponta Grossa (64 municípios) serão restituídos R$ 25,10 milhões para 20.531, que enviaram as declarações deste ano, relativas ao ano fiscal de 2021. O crédito bancário a esses contribuintes será realizado no dia 31 de maio.

Cabe destacar que este também é um lote residual, com o pagamento de restituições dos exercícios 2016 a 2021. No total, somando essas outras restituições de 361 contribuintes contemplados, serão R$ 25,6 milhões pagos, para 20.892 moradores da região. Cabe destacar que para quem está neste lote residual, dos anos anteriores, a eles cabe a reposição inflacionária do período.

Todo este valor será destinado a contribuintes que têm prioridade legal, informa o delegado da Receita Federal do Brasil em Ponta Grossa, Demetrius de Moura Soares. “O primeiro lote é historicamente dedicado, de forma integral, a esse público prioritário, que são idosos, a partir de 60 anos, mas com prioridade máxima para pessoas acima de 80 anos; quem apresenta moléstia grave, pessoas com deficiência, e o público cuja maior fonte de renda é o magistério”, informou. 

Contudo, nem todos os enquadrados nestas prioridades serão restituídos neste lote: parte deles ficará para o próximo lote, que será pago em junho. “No próximo lote, possivelmente mais da metade da restituição será destinada a esse público. Para quem não for prioritário, os contribuintes vão começar a receber a partir do mês que vem, de acordo com a data de transmissão”, completou Soares. Ou seja: quem não pertence ao público prioritário e enviou nos primeiros dias, deverá ser restituído já no final de junho. 

Uma observação que o delegado faz é que quem for restituído neste mês de maio, receberá o valor informado no programa, sem a reposição inflacionária, como ocorrerá nos próximos lotes. “Esse lote, com a declaração de 2022, vai ser recebido antes do prazo final da entrega para a declaração (31 de maio), então não incorre juros. Mas a partir do próximo mês, tem com base na taxa Selic. No primeiro mês, será de 1%”.


Contribuintes têm uma semana para enviar a declaração

O prazo final para o envio da declaração termina no dia 31 de maio. Para quem é obrigado e ainda não enviou, a recomendação é tentar antecipar ao máximo esse processo. “A recomendação é transmitir o quanto antes, porque deixando para a última hora, pode ser que o contribuinte tenha algum problema ou transmita a declaração com alguma incorreção – e isso pode vir a gerar algum problema para ele”, conclui Soares.  Quem perder o prazo pagará a multa mínima de R$ 165,74.

PUBLICIDADE

Recomendados