PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Receita restitui R$ 31 mi a contribuintes da região

Campos Gerais

22 de junho de 2022 19:37

Fernando Rogala


Relacionadas

Homem acusado de estupro morre em troca de tiros

Deputado Aliel Machado destina recursos para Piraí do Sul

Tibagi alinha estratégias para atrair novas indústrias

Arrecadação federal atinge R$ 3 bi em apenas cinco meses
Cidades da Amcespar recebem planos de desenvolvimento
Estado anuncia mais de 350 casas para Jaguariaíva
Paraná cria Subgrupamento de Bombeiros na região de Irati
Delegado explica que, além do público prioritário, neste lote será contemplado quem enviou a declaração até 18 de março Foto: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Consulta será liberada nesta quinta e valor será depositado aos 30,9 mil contribuintes no próximo dia 30


A Receita Federal do Brasil libera, na manhã desta quinta-feira (23), a consulta ao segundo lote de restituição de 2022 do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). A consulta estará liberada a partir das 10 horas, e o valor será depositado na conta informada pelos contribuintes no último dia útil do mês, ou seja, no dia 30 de maio. No total, na região abrangida pela delegacia regional, sediada em Ponta Grossa, serão restituídos R$ 31.284.194,96 aos 30,9 mil contribuintes contemplados, valor que engloba, além do lote de 2022, alguns contribuintes do lote residual, dos exercícios de 2013 e de 2015 a 2021.

A maior parte do valor, R$ 30,43 milhões, se refere ao imposto deste ano, restituídos a 29.763 contribuintes. De acordo com informações da delegacia regional, um terço dos contribuintes, ou seja, 33% deles (cerca de 10 mil pessoas), são pertencentes ao público prioritário, ou seja, cuja maior fonte de renda é o magistério, por cidadãos acima de 60 anos ou aqueles que informaram possuir doença grave ou deficiência física ou mental.

Dessa forma, mais da metade dos contemplados com a restituição já pertencem ao público ‘normal’, que recebem a declaração de acordo com a ‘fila’: quem enviou a declaração antes, será restituído antes. Neste lote, por exemplo, foram contemplados aqueles contribuintes sem prioridade que enviaram a sua declaração até meados de março. “Como já houve a restituição ao público prioritário, o restante é de acordo com a data da última transmissão do contribuinte. Quem transmitiu a sua declaração até o dia 18 de março, está contemplado neste lote”, destacou o delegado da Receita Federal do Brasil em Ponta Grossa, Demetrius Soares. 

Todos os contribuintes que enviaram a declaração dentro do prazo serão restituídos até o mês de setembro, totalizando cinco lotes. Para os contemplados neste lote de junho, haverá a incidência de juros, de 1%. Em julho, será 1% e mais a Selic do mês anterior (junho), regra que será mantida pelos próximos meses (1% e mais a Selic dos meses anteriores, a partir de junho).


Declaração retificadora é necessária a quem tem pendências

Quem pertence ao público prioritário ou enviou a declaração até 18 de março, e não tiver seu nome listado entre os contemplados neste lote, precisa ficar atento, porque a declaração apresenta alguma inconsistência, informa o delegado. “Aí o contribuinte precisa consultar o portal do e-CAC, o ‘Meu Imposto de Renda’ e verificar qual a pendência, porque lá ele tem a condição de verificar e, se constatar que cometeu o erro, preencher uma declaração retificadora, ajustar e transmitir”, ressalta.

PUBLICIDADE

Recomendados