Evento internacional destaca projeto realizado em Palmeira

Projeto ‘Uma Pitada da Nossa História’, da professora Ana Paula Marques, será apresentado no 16º Congresso Internacional de Cidades Educadoras

Projeto ‘Uma Pitada da Nossa História’, da professora Ana Paula Marques, será apresentado no 16º Congresso Internacional de Cidades Educadoras
Projeto ‘Uma Pitada da Nossa História’, da professora Ana Paula Marques, será apresentado no 16º Congresso Internacional de Cidades Educadoras -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Projeto ‘Uma Pitada da Nossa História’, da professora Ana Paula Marques, será apresentado no 16º Congresso Internacional de Cidades Educadoras

O setor de educação de Palmeira realiza uma série de iniciativas com o objetivo de se consolidar como referência para o estado. Na quinta-feira (30), o projeto ‘Uma Pitada da Nossa História’, da professora Ana Paula Marques (foto), foi selecionado para apresentação no 16º Congresso Internacional de Cidades Educadoras. O evento será realizado em Andong, Coréia do Sul, entre os dias 25 a 28 de outubro.

O tema do evento será ‘Conceber o Futuro da Educação na Cidade: Inovação, Tradição e Inclusão’. A experiência de Palmeira foi selecionada no eixo temático sobre ‘Tradição’. Neste ano, Palmeira se tornou oficialmente membro da Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE), sendo a primeira cidade do interior do Paraná a fazer parte da entidade. Com isso, a Associação reconheceu a importância e o impacto social positivo que o projeto teve, ficando eternizado durante o período de atividade na comunidade palmeirense.

A Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer parabenizou a autora do projeto, professora Ana Paula Marques e a todos os colaboradores, professores, pais e responsáveis, alunos e demais membros da sociedade palmeirense que enriqueceram esta experiência para o seu sucesso, sendo reconhecida, desta vez, de forma internacional.

A entrada de Palmeira na AICE foi concretizada no último mês de junho. O prefeito Sérgio Belich falou sobre a importância da conquista. “Teremos um intercâmbio de conhecimento com as demais Cidades Educadoras e estaremos em evidência ao mundo, mostrando as boas ações de nossa cidade nas áreas da educação, cultura, turismo, economia, transparência, respeito ao cidadão, zero corrupção, entre outras. Tenho certeza que em um futuro bem próximo vamos colher os bons frutos por participar do Cidades Educadoras”, disse o prefeito após a cerimônia de adesão.

Em uma Cidade Educadora, a educação transcende as paredes da escola para impregnar toda a cidade, priorizando uma educação para a cidadania, na qual todas as administrações assumem a sua responsabilidade na educação e na transformação da cidade num espaço de respeito pela vida e pela diversidade.

Em entrevista concedida ao Jornal da Manhã e Portal aRede ainda no mês de abril, a secretária municipal de Educação, Esporte e Lazer, Márcia Regina Pereira Ristow, explicou que o principal benefício deste processo é o intercâmbio de conhecimentos com outras cidades de todo mundo. A expectativa é que Palmeira também aplique ações e projetos que já tiveram sucesso em outras localidades.

Com informações da Assessoria de Imprensa