PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Irati lança sistema de monitoramento por câmeras

Campos Gerais

20 de dezembro de 2013 19:10

A Rede


Relacionadas

Piraí do Sul aprova alteração na cobrança da taxa de lixo

São João do Triunfo investe R$ 3,2 milhões em saneamento

Saúde de Tibagi registra queda nos casos e óbitos por covid-19

Fadel assina ordem de serviço para iniciar obras em Castro
Jaguariaíva inaugura nova sede do Departamento de Segurança
Municípios da região debatem a partilha do ICMS da Klabin
Imbituva distribui 3,5 mil kits de leitura para estudantes
PUBLICIDADE

A 8ª Companhia Independente de Polícia Militar realizou hoje o lançamento oficial do sistema de monitoramento por câmeras na cidade de Irati. As câmeras estão alocadas nos pontos de maior necessidade de vigilância da cidade e serão utilizadas no policiamento preventivo da cidade.

Segundo o Major Renato dos Santos Taborda, as câmeras são importantes no policiamento preventivo, pois as pessoas que têm ideias criminosas, ao saberem que estão sendo monitoradas e serão identificadas, deixam de realizar aquela conduta delituosa. “E, se mesmo assim, ocorrer algum crime, as câmeras auxiliarão na identificação dos autores”, explica o Major Taborda.

A Prefeitura Municipal de Irati é parceira da Polícia Militar nesta nova modalidade de monitoramento. Guardas Municipais trabalharão em conjunto com policiais. Para isso, os terminais informatizados onde são exibidas e armazenadas as imagens, estão alocados na Central de Operações da Polícia Militar de Irati, e policiais e guardas municipais se revezarão, possibilitando a vigilância 24 horas por dia.

“A segurança pública é que ganha com a instalação e efetiva utilização destas câmeras”, fala o Major Taborda. “Avisamos à população que os policiais e guardas municipais que trabalharão com as câmeras, assinam um protocolo de sigilo das imagens, sendo que estas somente serão utilizadas via judicial, para auxiliarem no desvendamento de crimes cometidos e também quanto à observação de infrações de trânsito”, relata também, “ao cidadão, informamos que a sua intimidade e vida privada será preservada ao extremo, e realmente, as imagens arquivadas serão utilizadas somente em processos judiciais, dentro da legalidade.”

PUBLICIDADE

Recomendados