PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Retrato falado de assaltante do Madero é divulgado pela Polícia

Cotidiano

07 de abril de 2016 10:10

Igor


Relacionadas

Divulgar notícias falsas nas eleições pode acabar em prisão

Empréstimo por telefone é vetado para aposentados do PR

Paraná recebe 9,8 mil pistolas para PM e PCPR

Idoso é detido após tomar 11 doses de vacina contra covid
Creche encontra maconha dentro de fralda de bebê no RS
Luciano Huck dá bronca em Padre Fábio de Melo
"Onda de calor" não será tão intensa no PR, afirma Simepar
Polícia divulga retrato falado de suspeito de assalto a restaurante em Curitiba. Foto: Foto: Divulgação SESP/Paraná
PUBLICIDADE

A Polícia busca informações sobre o paradeiro do assaltante. O rapaz é acusado de roubar o restaurante Madero em Curitiba.

O retrato falado de um homem suspeito de participar de um assalto ao restaurante Madero, em Curitiba, foi divulgado nesta quarta-feira (6) pela Delegacia de Furtos e Roubos. O homem identificado apenas como Patrick teria envolvimento com o roubo. Quem tiver informações sobre ele deve entrar em contato com a polícia. 

De acordo com as investigações, quatro pessoas teriam participado do assalto: três deles entraram no restaurante e um ficou do lado de fora para dar cobertura na fuga. Além de Patrick, que teve o retrato falado divulgado, um foi morto em confronto com a Polícia Militar durante a tentativa de fuga. Patrick Struns, de 19 anos, foi preso pelo crime de tráfico de drogas por policiais do 5º Distrito Policial de Curitiba, no bairro Cajuru, e posteriormente reconhecido por clientes e funcionários do Madero como sendo um dos autores do roubo no restaurante e um quarto homem ainda não foi identificado pelos policiais. 

Na casa de Patrick Struns policiais encontraram 36 papelotes de cocaína, 57 buchas de crack, 450 gramas de maconha, um carregador com 15 munições de calibre 9 milímetros, duas balanças de precisão e determinada quantia em dinheiro. “Ele foi preso em flagrante de delito, por tráfico de drogas e porte ilegal de arma, inclusive um revólver 38 e munições calibre 9 milímetros que vão ser periciadas para fazer o confronto balístico com as munições que foram achadas no restaurante”, disse o delegado Pedro Felipe de Andrade, que conduz o inquérito na Delegacia de Furtos e Roubos. 

“A Delegacia de Furtos e Roubos, assim como a Divisão de Crimes contra o Patrimônio já tem trabalhado com novas ferramentas, mais tecnológicas, que tem aumentado eficácia nas investigações em relação a retrato falado que auxilia o trabalho de investigação. Por parte da Polícia Militar, estamos finalizando um pacote de medidas contra crimes patrimoniais que envolve a duplicação da quantidade de viaturas à disposição de Curitiba e Região Metropolitana, compra de armas e um sistema mais ágil de manutenção das viaturas”, explicou o secretário estadual da Segurança Pública, Wagner Mesquita. 

O caso

No último domingo (03), três homens armados renderam funcionários e clientes no restaurante Madero, em Curitiba, enquanto que um comparsa ficou do lado de fora para dar cobertura na fuga. Algumas pessoas conseguiram escapar pelos fundos e acionaram a polícia. Os criminosos recolheram celulares, jóias, dinheiro e demais pertences das vítimas. Os envolvidos renderam um motorista de um veículo Ford Fiesta e iniciaram fuga levando um refém, houve troca de tiros com a Polícia Militar, o refém foi liberado, um suspeito foi morto. 

Com informações da Secretaria de Segurança Pública do Paraná.  

 

 

PUBLICIDADE

Recomendados