CREA exige que engenheiros avaliem estruturas de metal

Cotidiano

27 de março de 2019 19:00

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Alunos da rede estadual participam de desafio

Paraná abre mais de 59 mil novas vagas de emprego no ano

Governo libera orçamento das universidades

Intérprete de Libras traduz parto para pais surdos
Idosa é brutalmente esfaqueada por adolescente de 12 anos
País cria 157 mil vagas: é o melhor setembro desde 2013
Sobe para seis o número de mortos em desabamento
Ponta Grossa já realizou 154 ações de fiscalização relacionadas a estruturas metálicas Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Objetivo é evitar riscos à segurança, saúde e patrimônio do proprietário e usuários da instalação; no site do Crea-PR, é possível consultar se a empresa possui registro no Conselho

Em 2018 e início deste ano, o escritório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) em Ponta Grossa já realizou 154 ações de fiscalização relacionadas a estruturas metálicas, incluindo estruturas para cobertura, eventos, como estandes, estruturas de palcos, arquibancadas e parques de diversões. Em 63% das fiscalizações foram constatadas irregularidades, sendo as mais recorrentes a falta de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e a ausência de registro da empresa responsável.

Conforme o Inspetor-Chefe do escritório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) em Ponta Grossa, o Engenheiro Civil Rafael Mansani, que também é presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ponta Grossa (AEPG), as empresas ou profissionais –Engenheiro Civil ou Mecânico - que prestam esse tipo de serviço devem estar registrados junto ao Crea-PR.

“Tendo um profissional habilitado para o serviço, é possível evitar o desperdício de materiais, problemas no projeto e execução da obra, e o pior, que seria a estrutura montada não suportar uma possível sobrecarga e desabar, ocasionando acidentes graves”, reforça. É importante que as pessoas estejam atentas em relação à presença do Engenheiro em todo o processo. “É fundamental, ao contratar um empresa verificar e exigir a apresentação de um responsável técnico”, frisa.

No site do Crea-PR, no link “consultas públicas”, é possível verificar se a empresa possui registro no Conselho e responsável técnico pelas suas atividades. O gerente do Crea-PR em Ponta Grossa, o Engenheiro Agrônomo Vânder Della Coletta Moreno, reforça que o serviço não deve ser contratado se a empresa não tiver registro. “A estrutura da obra poderá ser mal dimensionada e executada, ocasionando riscos à segurança, saúde e patrimônio do proprietário e usuários da instalação”, comenta.

A empresa que está no mercado irregularmente, sem registro, está sujeita à autuação pelo Crea-PR e, no caso de problemas na estrutura, à responsabilização civil e criminal. “Os agentes de fiscalização do Crea-PR fiscalizam obras em andamento e, caso identifiquem algum tipo de estrutura metálica, pré-montada ou montada no próprio local, é solicitada a apresentação do responsável técnico pelo projeto e pela montagem e execução da estrutura”, explica o gerente do Crea-PR.

 

Vantagens

A rapidez de execução da obra com a utilização de estruturas metálicas é um dos pontos positivos, como também a redução de resíduos. “A estrutura metálica substitui a madeira, não dá cupim e não apodrece. O tempo de vida útil deste tipo de sistema construtivo é indefinido, o que não exime a necessidade de manutenção. Nas obras que utilizam concreto armado há dilatação devido às variações climáticas, o que não ocorre com as estruturas metálicas, que absorvem as dilatações, sem que haja fissura do material”, explica o Engenheiro Civil, Rafael Mansani.

Para ele,  esse tipo de sistema construtivo deve ganhar espaço, nos próximos anos, também nas obras residenciais. “A questão da sustentabilidade na construção é uma tendência. Quanto mais conhecidas e difundidas forem as vantagens, mais haverá aumento na procura”, pontua.

 

Crea-PR

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR), criado no ano de 1934, é uma autarquia responsável pela regulamentação e fiscalização dos profissionais e empresas das áreas das engenharias, agronomias e geociências. Além de regulamentar e fiscalizar, o Crea-PR também promove ações de atualização profissional, primando sempre pela qualidade na prestação dos serviços prestados.

 Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede