Boate é fechada após cliente reclamar de ‘sexo ruim’

Cotidiano

13 de maio de 2019 15:56

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Mega-Sena pode pagar R$ 3 milhões neste sábado

Barragem em risco causa aflição a moradores de MG

Justiça determina prisão para o ex-deputado Carli Filho

Moradores acordam com corpo pegando fogo em Colombo
Governo autoriza nomeação de aprovados em concurso da PF
Reforma da Previdência deve ser aprovada em até 90 dias
Fiat vai investir R$ 16 bi no Brasil até 2024
Homem chama a polícia por não encontrar satisfação e casa de prostituição é fechada Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Homem chama a polícia por não encontrar satisfação sexual e casa de prostituição é fechada

Um caso inusitado foi registrado na cidade de Patrocínio em Minas Gerais. O que aconteceu é que um homem foi até uma casa de prostituição e ficou insatisfeito com uma relação sexual. Como ele ficou insatisfeito ele acabou chamando a Polícia Militar que foi até o local e fechou o estabelecimento.

A dona do estabelecimento foi presa por favorecer a prostituição.

Segundo informação da Polícia Militar, o homem de 52 anos teria pago 80 reais para a moça de 19 anos pelo programa sexual em um quarto do local.

O homem teria acertado o programa com a dona do estabelecimento em um bar. Ele insatisfeito após o programa chamou a proprietária, enquanto a mulher alegava que o homem não conseguiu uma ereção completa.

A Polícia Militar foi acionada e constatou que uma lanchonete era ponto de encontro para favorecer a prostituição, e de lá os 'clientes' eram levados para um quarto do estabelecimento. Neste quarto foram encontradas camisinhas.

Como o local estava irregular, a PM chamou fiscais da prefeitura de Patrocínio que fechou o local.

A proprietária do local foi presa por manter casa de prostituição mediante ganhos financeiros. O homem e a jovem do programa sexual foram encaminhados para a delegacia para esclarecimentos e liberados em seguida.

Leia mais clicando aqui

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede