Paraná terá 1ª usina a gerar energia com esgoto e lixo

Cotidiano

08 de junho de 2019 17:03

Da Redação


Relacionadas

Balas de banana e cachaça valorizam cidades do Litoral

Caminhão arrasta três carros em grave acidente na BR-277

Estradas registram movimento intenso nesta terça-feira

Resultado da inscrição para Fies e P-Fies sai nesta quarta
PRF intensificará a fiscalização com novos etilômetros
Brasil atualiza critérios de doação nos bancos de sangue
Morador de rua é morto a pauladas em Ibaiti
Foto: Divulgação/CASACOR
PUBLICIDADE

O governador Carlos Massa Ratinho Junior destaca que “o biodigestor terá capacidade para produzir 2,8 megawatts de eletricidade por meio de lixo, abastecendo cerca de duas mil residências do Estado”


O estado do Paraná será o primeiro do Brasil a receber a construção de uma estação de geração de energia por meio de esgoto e de lixo orgânico, uma usina de geração de biogás, que transforma os resíduos em eletricidade para abastecer as casas da região.

A licença para a operação foi dada pelo Instituto Ambiental do Paraná à empresa CS Bioenergia. Segundo a companhia, a usina terá capacidade para produzir 2,8 megawatts de eletricidade por meio de lixo, abastecendo cerca de duas mil residências do Estado.

A matéria-prima para geração de energia virá de estações de tratamento de esgoto e da coleta de lixo produzirá, além do biogás, biofertilizante para a região. A estimativa é que a iniciativa desvie 1000 m³ de lodo de esgoto e 300 toneladas de lixo orgânico dos aterros.

A Europa é pioneira na produção de biogás a partir da biodigestão, possuindo cerca de 14 mil usinas. Somente a Alemanha abriga oito mil unidades. No Brasil, o biogás ainda tem uma participação pequena na matriz energética e é contabilizado em conjunto com outros biocombustíveis como o bagaço de cana, constituindo a biomassa, responsável por 8,8% da energia gerada no país.


Informações da Casa Cor

PUBLICIDADE

Recomendados