Terapeuta foi morta pelo próprio pai no Paraná

Cotidiano

13 de junho de 2019 15:24

Da Redação


Relacionadas

Moradores organizam protesto pela morte de professora

Professora é morta a tiros pelo ex-marido no interior do PR

STF condena ex-ministro Geddel a 14 anos de prisão

Suspeito de matar Rachel Genofre está em Curitiba
Eduardo Bolsonaro desiste de embaixada dos EUA
Aprovado o texto-base da reforma da Previdência
Ambev vai lançar a água mais sustentável do Brasil
Aline havia se formado há apenas 2 semanas e trabalhava em uma escola e em um lar de idosos Foto: Banda B
PUBLICIDADE

Corpo da vítima foi localizado na última quinta-feira (6) em frente a Colônia Penal Agrícola, em Piraquara

A terapeuta ocupacional Aline Miotto Nadolny, de 27 anos, foi morta pelo próprio pai. A informação foi confirmada à Banda B por fontes da Delegacia de Piraquara, região metropolitana de Curitiba. O corpo da vítima foi localizado na última quinta-feira (6) em frente a Colônia Penal Agrícola, em Piraquara.

A mesma fonte confirmou que o pai confessou o crime e que a motivação foi fútil. Aline havia se formado há apenas 2 semanas e trabalhava em uma escola e em um lar de idosos, no bairro Alto da XV, em Curitiba. O celular dela teve como última localização justamente o bairro da capital, no início da manhã, e desde então não foi mais vista.

Oficialmente, a Polícia Civil não confirma a informação dada em primeira mão pela Banda B.

 

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede