Higi Serv substitui uniformes em prol da sustentabilidade

Cotidiano

22 de setembro de 2019 20:23

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

UFPR confirma 17 casos de sarampo entre estudantes

Bolsonaro anuncia 13° a beneficiários do Bolsa Família

Sobrevivente de desabamento faz 'selfie' preso nos escombros

Veja o momento que prédio desaba em Fortaleza
Grupo irá discutir pautas prioritárias para a PM do Paraná
Governo e Fiesp firmam acordo para capacitação de detentos
5 hábitos saudáveis para adotar no ambiente de trabalho
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Substituição de uniformes e produtos de limpeza estão entre ações sustentáveis de empresa paranaense

A data de 21 de setembro foi escolhida para ser o Dia Mundial da Limpeza (World Cleanup Day), uma ação mundial que mobilizou voluntários para a limpeza de suas cidades, bairros, praias, praças e parques. Foram 157 países mobilizados para 24 horas de limpeza. A ideia foi chamar a atenção da sociedade para um problema maior que é o descarte irregular de resíduos sólidos urbanos no meio ambiente.

Esta consciência da necessidade de preservar a natureza e trabalhar de forma ambientalmente correta é adotada há bastante tempo pela Higi Serv, uma das maiores empresas do País no setor de limpeza e conservação.

A empresa substituiu o uniforme dos colaboradores, passando do tecido comum para o confeccionado à base de resíduos de material pet. “Isto impacta no meio ambiente e na busca pela sustentabilidade e as empresas precisam ter esta consciência”, diz o presidente da Higi Serv, Adonai Aires Arruda.

Outra ação foi a substituição do detergente líquido por uma solução que é multiuso, podendo ser utilizado na limpeza de vidros, espelhos, carpetes, pisos e como desinfetante. Com um único produto a empresa evita o descarte de várias outas embalagens com produtos que teriam a mesma finalidade do multiuso. Antes eram usados 1028 litros de detergente em seis meses, com a mudança se passou para 60 litros no mesmo período. 

A Higi Serv deixou ainda de utilizar copos de plástico em sua área administrativa, colocando louças à disposição. A campanha menos plástico mais natureza foi adotada pelas sete empresas que formam a holding Higi Serv, o que representa 15 mil copos de plástico a menos na natureza todos os meses.

Voltada à limpeza em âmbito empresarial (hospitais, shoppings, indústrias, prédios, agências bancárias e ruas), a Higi Serv oferece não só a limpeza terceirizada, mas o serviço completo onde a atenção se volta à higiene, saúde e natureza. “Hoje se fala muito em sustentabilidade e preocupações ambientais, mas é a própria sociedade a geradora do lixo e o lixo é o grande agente de problemas de higiene e saúde, então a terceirização da limpeza chega com a mão de obra qualificada, produtos ecologicamente corretos, equipamentos apropriados  e o resultado dito está não só na qualidade do serviço, mas na sustentabilidade ambiental”, explica Adonai.

Ele destaca ainda a economia ao se terceirizar a limpeza. “O profissionalismo evita o desperdício e traz ganho de produtividade. Hoje a palavra mundial que está em voga é facilities o que quer dizer trabalho profissional, de maneira veloz, proativa, com produtividade, o que trará ao contratante do serviço profissional terceirizado a despreocupação e mais tempo para focar no seu negócio”, fala.

 

Sobre a Higi Serv

A holding Higi Serv completa, em 2019, 42 anos de atividade. Especializada em terceirização de serviços, com ênfase em facilities e projetos personalizados para seus clientes, atua em todo País. São cerca de seis mil colaboradores. A holding engloba as empresas HSTL, Higi Serv Cargo, Higi Serv Serviços, Higi Serv Limpeza & Conservação, Orkin e também atua no setor de turismo com as empresas  BWT Operadora e Serra Verde Express.  

O executivo que comanda a Holding Higi Serv, Adonai Aires Arruda, é presidente do Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Paraná (SEAC-PR), desde 1996, presidente da Fundação de Asseio e Conservação do Estado do Paraná (FACOP), desde 2003, membro efetivo do Conselho Nacional do SENAC junto a CNC, foi presidente da Federação Nacional das Empresas Prestadoras de Serviços de Limpeza e Conservação (Febrac)  entre 1999 e 2004, e o único brasileiro a presidir a World Federation of Building Service Contractors (WFBSC).

Informações da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede