Ciclista grita ‘se mate’ e jovem que ameaçava suicídio se joga

Cotidiano

09 de outubro de 2019 14:53

Da Redação


Relacionadas

Indústria de alimentos e bebidas faturou R$ 699,9 bi em 2019

Jovem mata amigo por ciúmes de ex-namorada e é preso

Novos projetos reforçam uso da tecnologia em sala de aula

Coronavírus: diretor de hospital em Wuhan morre infectado
Governo do Paraná oferta 279 vagas em três concursos
FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
Novo Coronavírus: mais 98 pessoas morrem na China
A situação aconteceu na Região Metropolitana de Curitiba. Foto: Street View
PUBLICIDADE

 O crime de incitação ao suicídio é previsto no artigo 122 do Código Penal Brasileiro.

Um ciclista acabou preso pela Guarda Municipal (GM) de Pinhais, no último sábado, por incitação de suicídio. Ao ver um rapaz tentando se matar, apoiado em um parapeito do viaduto da Rodovia João Leopoldo Jacomel, no bairro Maria Antonieta, ele gritou ‘se jogue’. Neste momento, todo trabalho de isolamento e contenção da GM veio por água abaixo, já que o jovem se atirou de uma altura de mais de três metros, com uma corda amarrada no pescoço.

O jovem que se jogou, por sorte, acabou tendo ferimentos moderados e foi socorrido a uma Unidade de Pronto Atendimento, onde se recupera. Já o homem, que passava de bicicleta, foi perseguido e detido. “No momento em que estávamos em conversa, tentando minimizar a situação, outro cidadão de bicicleta passou no local e falou: ‘Se mate mesmo’. Neste momento, o rapaz, que sofre de depressão, veio a se jogar. Fomos atrás deste ciclista e fizemos a detenção”, descreveu à Banda B Dorival Selbach, superintendente da GM de Pinhais.

O ciclista acabou localizado perto do Parque das Águas, onde recebeu voz de prisão. De acordo com o superintendente, ele mostrou arrependimento. “Disse que não teve intenção, achando que o jovem não se jogaria. As pessoas têm que saber que há responsabilidade no que se fala. Elas acham que é teatrinho ou firula, mas a depressão é algo muito sério”, destacou o superintendente, em entrevista na manhã desta quarta-feira.

O superintendente espera que este caso venha para mostrar a responsabilidade pelo o que se fala. “Situação totalmente desnecessária, porque o rapaz que se jogou tem diagnóstico de uma doença que afeta muita gente. O envolvido foi levado à delegacia, até por um meio corretivo, para mostrar que isso tem punição”, concluiu.

O crime de incitação ao suicídio é previsto no artigo 122 do Código Penal Brasileiro, que prevê de dois a seis anos de prisão se o suicídio se consuma, ou de um a três anos se a tentativa de suicídio resulta em lesão corporal de natureza grave. O jovem que se jogou do viaduto agradeceu nas redes sociais o trabalho feito pela GM.

Informações da Banda B.

-->
PUBLICIDADE

Recomendados