Alunos da rede estadual participam de desafio

Cotidiano

18 de outubro de 2019 16:40

Da Redação


Relacionadas

Muffato estima alta de 10% nas vendas de cestas de Natal

Kiss fará apresentação da turnê de despedida em Curitiba

Testemunha de crime é morta em possível queima de arquivo

Atividade econômica cresce 0,91% no terceiro trimestre
Brasil e China assinam acordos e memorandos em oito áreas
Ex-professor da UEPG cria polêmica no Twitter
Caixa e BB iniciam quinta fase de pagamento do PIS/Pasep
Durante o projeto, 15 equipes de estudantes exercer as atividades até este sábado (19). Foto: Agência de Notícias do Paraná
PUBLICIDADE

Atividade acontece no Palácio Iguaçu, dentro da Semana Paraná Inovador.

 

Um grupo de 30 estudantes do ensino médio da rede estadual de Educação participou nesta sexta-feira (18) do Desafio Inova Paraná, maratona de ideação de soluções para a gestão pública realizada no Palácio Iguaçu, em Curitiba. A iniciativa faz parte da Semana Paraná Inovador, evento do Governo do Estado que ocorre até este sábado (19).

No desafio, os participantes foram divididos em 15 equipes, formadas pelos estudantes da rede estadual, professores da rede pública (municipal e estadual), alunos de graduação e pós-graduação da Universidade Federal do Paraná e servidores do Estado. O conceito de inovação foi apresentado aos competidores como a criação de algo que gere valor e impacto na vida das pessoas, como soluções ligadas ao transporte, moradia, saneamento, entre outros.

Eles precisam definir a potencial solução, os fatores que os motivaram e de que forma ela deve ser executada. As três melhores ideias, que serão anunciadas ao fim do dia por uma comissão especial, sejam levadas ao governador.

APROXIMAR - A intenção do desafio é aproximar os jovens da discussão sobre inovação, ciência e tecnologia, como diz o professor do Departamento de Elétrica da Universidade Federal do Paraná (UFPR), André Bellin Mariano. “O jovem tem que entender que inovação é resolver problemas, é gerar valor, tirar ideias do papel”, explica.

No mesmo sentido, o coordenador de Ciência e Tecnologia da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Governo do Estado, Paulo Parreira, conta que o desafio é uma espécie de “batismo” na inovação. Para os jovens, é um momento para mostrar a importância de se buscar soluções para a sociedade.

O objetivo deste desafio é diferente de um hackathon, que é um evento voltado a programadores, designers e demais profissionais ligados ao desenvolvimento de software. “A ideia é promover a imersão de pessoas que nunca participaram de um evento como esse com outras que já têm familiaridade com o tema”, afirma. 

SOLUÇÕES PARA O FUTURO - Os estudantes e professores chegaram ao Palácio Iguaçu antes das 8 horas desta sexta-feira e vão cumprir atividades durante todo o dia. Os jovens que participam acreditam que o evento é uma oportunidade para mostrar que todo cidadão tem voz e pode fazer a diferença. Para Vitória Ramalho, de 16 anos, é incrível a possibilidade de uma adolescente poder mostrar ao Estado o que ela pensa que pode ser melhorado. 

“É uma oportunidade que faz a gente pensar no desenvolvimento do Estado onde vivemos, pensar em projetos para o futuro. É mostrar que cada cidadão é importante para todo o conjunto”, afirma. 

Rebeca Jacob, também de 16 anos, está com boa expectativa quanto ao desafio. Ela diz que espera que sua equipe, formada só por meninas, seja uma das vencedoras. “Quero mostrar que a gente consegue”, diz a jovem. 

Já o professor Thadeu Miqueletto, do Colégio Estadual Padre Morelli, de Curitiba, acredita que o Inova Paraná também funciona como uma capacitação para os alunos do Ensino Médio. “O desafio vai levá-los à criatividade. Isso é bom não só para a vida escolar deles, mas para a vida como um todo”, finaliza.

Informações: Agência de Notícias do Paraná

 

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede