Trigêmeos morrem afogados no Rio Paraná

Cotidiano

02 de dezembro de 2019 13:44

Da Redação


Relacionadas

Madrugada terá maior pico de estrelas cadentes do ano

Transexual desaparecida é encontrada morta

PR faz acordo com Rússia para produzir vacina contra a covid

Safra deste ano deve ser 3,8% superior à de 2019, prevê IBGE
Estado intensifica prevenção de incêndios florestais
Trump ameaça retaliar Brasil por causa do etanol
Paranacidade ajuda municípios a aumentar capacidade técnica
Giovane e Bruna Brum, 13, estavam com a irmã, Bianca Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Um homem de 47 anos também morreu; todas as vítimas de afogamento viviam no noroeste do Paraná, região que faz divisa com o MS

Trigêmeos de 13 anos e um homem morreram afogados no Rio Paraná, em Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul, neste sábado (30). A tragédia aconteceu quando todos tomavam banho em um local conhecido como Praia do Sol. 

Nesta segunda-feira (2), dois dos irmãos foram sepultados em Alto Piquiri, no noroeste do Paraná, onde viviam com a família, enquanto o corpo da terceira vítima permanece desaparecido. 

Marcos Roberto de Campos, de 47 anos, foi sepultado em Guaíra, na mesma região do estado, também nesta segunda. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, os trigêmeos (Giovane, Bruna Brum e Bianca), Marcos Roberto e seu filho, de 14 anos, tomavam banho na Praia do Sol quando uma das jovens se afastou e afundou em um trecho do rio. Na tentativa de salvá-la, seus dois irmãos foram puxados pelo rio e também morreram afogados. 

O pai e o filho que também estavam no passeio tentaram salvar as vítimas, mas acabaram levados pela correnteza. O adolescente foi salvo por pessoas que passavam de barco pelo local enquanto seu pai morreu. 

Os corpos das três vítimas já sepultadas foram localizados neste domingo (1º), enquanto as buscas pela jovem que ainda não foi encontrada continuam. 

A Polícia Civil do Mato Grosso do Sul instaurou um inquérito para apurar o caso, mas até o momento a situação é tratada como uma tragédia.  

Conforme a polícia, Marcos Roberto era amigo da família dos trigêmeos e como o local onde ocorreram os afagamentos não era um balneário, não havia salva-vidas. 

Lei mais clicando aqui

PUBLICIDADE

Recomendados