Paulo Martins quer votar 2ª instância antes do recesso

Cotidiano

09 de dezembro de 2019 13:40

Da Redação


Relacionadas

Encontro Estadual do PSB Mulher será dia 25 em Curitiba

Ladrões recebem Policiais com tiros durante assalto no Paraná

Policial morre após ser atropelado por ônibus em Curitiba

Índice de vacinação contra a febre amarela aumenta no PR
Jovem leva mordida no rosto ao fazer selfie com cão
Participantes do Enem 2019 já podem consultar nota final
Caminhadas na Natureza terão 160 circuitos no Paraná
Paulo Eduardo Martins é deputado federal pelo PSC-PR Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

O projeto da prisão após condenação em segunda instância está pautado para ser votado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado nesta terça (10)

O deputado federal Paulo Eduardo Martins (PSC-PR) não tem dúvidas: “A voz do cidadão precisa ser ouvida. É indispensável que o Congresso dê a resposta que a sociedade espera”. O parlamentar se refere às mobilizações pela prisão após condenação em segunda instância, que aconteceram em dezenas de cidades Brasil afora no último domingo (08/12).

As manifestações pediram que o projeto, que permite o cumprimento das penas após os réus receberam condenações de juiz de primeiro grau e também de um colegiado (PLS 166/2018), seja votado antes do recesso parlamenta. Os atos também demostraram apoio ao pacote anticrime do ministro Sérgio Moro.

O projeto da prisão após condenação em segunda instância está pautado para ser votado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado nesta terça-feira (10/12). Se aprovado, vai à votação no plenário do Senado e depois segue para votação na Câmara. 

Informações Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização