Mãe e padrasto matam bebê a socos e dentadas

Cotidiano

07 de janeiro de 2020 18:41

Da Redação


Relacionadas

Três suspeitos são investigados por morte de jovem no PR

MPF denuncia Glenn Greenwald e mais 6 por invasão de celulares

Inflação dos aluguéis acumula taxa de 7,91% em 12 meses

Conservação de alimentos exige mais cuidados no verão
Brasil é o quarto maior destino de investimentos no mundo
Impeachment de Trump começa a ser julgado no Senado
Governo confirma 1ª morte por febre hemorrágica após 20 anos
Anthony Daniel de Andrade Moraes tinha marcas de mordidas e diversas fraturas Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

O pequeno Anthony Daniel de Andrade Moraes tinha marcas de mordidas e diversas fraturas e hematomas pelo corpo

A mãe e o padrasto de um bebê de um ano e três meses foram presos em flagrante ontem (06) suspeitas de matarem a criança em Praia Grande (SP). O pequeno Anthony Daniel de Andrade Moraes tinha marcas de mordidas e diversas fraturas e hematomas pelo corpo, segundo laudo médico. A criança chegou a ser levada, já morta, ao hospital pelo padrasto, o gráfico Ronaldo Silvestrini Júnior, 22 anos.
A polícia foi chamada depois que os enfermeiros da UPA Samambaia constataram sinais de agressão no corpo do pequeno Anthony. O padrasto foi preso por homicídio triplamente qualificado após se contradizer sobre as marcas de agressão no corpo da criança.
A mãe do bebê, Giúlia de Andrade Cândido, 21 anos, também foi detida acusada de falso testemunho, com fiança fixada em dez salários mínimos.
Exames constataram que o bebê tinha fratura no crânio, tórax, clavícula, no nariz, mandíbula e presença de sangue no ouvido e diversos hematomas na testa e no rosto.

Com informações do TNOnline

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização