Mãe e padrasto matam bebê a socos e dentadas

Cotidiano

07 de janeiro de 2020 18:41

Da Redação


Relacionadas

Decretos estimulam investimento em regiões de baixo IDH

Cão Cajú é encontrado quase dez dias após desaparecer

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 11 milhões

Morre Walter Malieni, vice-presidente do Banco do Brasil
Brasil atinge a marca de 100 mil mortes por Covid
Vídeo mostra sequestradores usando refém como escudo
Morretes reabre para turistas, mas com entrada controlada
Anthony Daniel de Andrade Moraes tinha marcas de mordidas e diversas fraturas Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

O pequeno Anthony Daniel de Andrade Moraes tinha marcas de mordidas e diversas fraturas e hematomas pelo corpo

A mãe e o padrasto de um bebê de um ano e três meses foram presos em flagrante ontem (06) suspeitas de matarem a criança em Praia Grande (SP). O pequeno Anthony Daniel de Andrade Moraes tinha marcas de mordidas e diversas fraturas e hematomas pelo corpo, segundo laudo médico. A criança chegou a ser levada, já morta, ao hospital pelo padrasto, o gráfico Ronaldo Silvestrini Júnior, 22 anos.
A polícia foi chamada depois que os enfermeiros da UPA Samambaia constataram sinais de agressão no corpo do pequeno Anthony. O padrasto foi preso por homicídio triplamente qualificado após se contradizer sobre as marcas de agressão no corpo da criança.
A mãe do bebê, Giúlia de Andrade Cândido, 21 anos, também foi detida acusada de falso testemunho, com fiança fixada em dez salários mínimos.
Exames constataram que o bebê tinha fratura no crânio, tórax, clavícula, no nariz, mandíbula e presença de sangue no ouvido e diversos hematomas na testa e no rosto.

Com informações do TNOnline

PUBLICIDADE

Recomendados