Empresa Avianca pede recuperação judicial nos EUA

Cotidiano

10 de maio de 2020 20:02

Da Redação


Relacionadas

Documento digital de veículos está disponível; saiba como usar

Novo ciclone chega ao Sul e causa chuva, ventania e granizo

Sesa confirma 2.380 novos casos e 34 mortes pela covid-19

Defesa Civil levanta danos da passagem de ciclone em SC
Mais de 70 mil imóveis seguem sem energia no Paraná
Mega-Sena sorteia R$ 27 milhões neste sábado
Governo destinará R$ 500 mi para proteger a Amazônia
Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

A companhia – que é a segunda maior empresa aérea da América Latina – estimou o seu passivo entre US$ 1 bilhão e US$ 10.000 bilhões

A holding área colombiana Avianca Holdings entrou hoje (10) com um pedido de recuperação judicial nos EUA com base no capítulo 11, por causa do rápido impacto econômico causado pela crise do coronavírus em seu balanço.

A atitude desesperada da empresa ocorre, especialmente em razão da aproximação da data para pagamento de títulos, assim como a negação dos pedidos de ajuda feitos ao governo colombiano após perdas causadas pela Covid-19.

A companhia - que é a segunda maior empresa aérea da América Latina - estimou o seu passivo entre US$ 1 bilhão e US$ 10.000 bilhões em uma apresentação feita ao tribunal.

Em comunicado, a empresa disse que o processo de reestruturação tem a intenção de permitir a continuidade das operações, assim como a preservação de empregos, manutenção do transporte anual de milhares de passageiros e a recuperação econômica da Colômbia e de outros mercados-chave para a companhia.

No documento, o presidente da Avianca Holdings, Anko van der Werff, disse ainda que "os efeitos da pandemia Covid-19 fizeram a empresa enfrentar a crise mais desafiadora em seus 100 anos de história". Mas destacou que o pedido é um passo necessário para contornar os problemas financeiros.

Clique aqui para saber mais.

PUBLICIDADE

Recomendados