Exportação de algodão cresce nos portos do Paraná

Cotidiano

27 de maio de 2020 22:30

Agência Estadual de Notícias


Relacionadas

'Ciclone bomba' pode atingir o Paraná nesta tarde

Receita paga hoje segundo lote de restituição do IR

Vacina de Oxford pode ser distribuída este ano

Campanha de vacina contra a gripe termina nesta terça
Brasil registra 692 óbitos por covid-19 em 24 horas
Estado entrega de 12 mil cestas básicas para indígenas
Prazo para envio da declaração do IR termina nesta terça
Outros produtos, como carnes de ave a bovina, também tiveram crescimento significativo. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Outros produtos, como carnes de ave a bovina, também tiveram crescimento significativo.

As exportações de algodão, pelo Porto de Paranaguá, aumentaram 3.098% em 2020. Nos primeiros quatro meses do ano, quase 11,8 mil toneladas do produto, em fardos e fios, foram embarcadas em contêineres pelo terminal paranaense. No mesmo período de 2019, apenas 331 toneladas do produto deixaram o país pelo Paraná.

Segundo o Ministério da Economia, o Porto de Paranaguá foi o segundo do Brasil em volume movimentado de algodão, com receita de mais de US$ 19,2 milhões.

“Os preços internacionais subiram, ao mesmo tempo que o dólar se valorizou. Com isso, as exportações ficaram aquecidas. O produto é embarcado em contêineres e o Terminal de Paranaguá tem se destacado na eficiência e melhores condições de embarque”, diz o presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.

O algodão exportado por Paranaguá tem origem, principalmente, nos estados de São Paulo, Mato Grosso e Bahia. Os principais destinos são Vietnã, China, Paquistão, Indonésia e Turquia.


Contêineres

Em geral, toda a movimentação de cargas em contêineres pelo Porto de Paranaguá está em alta. De janeiro a abril deste ano foram mais de 2,7 milhões de toneladas de produtos que chegaram ou saíram nessa modalidade. O volume é 13% maior que as 2,4 milhões de toneladas registradas em 2019, no mesmo período.

Em abril, a TCP, que administra a área, registrou recorde de movimentação: 85.926 TEUs (unidade de medida padrão).


Carnes

Em volume, o principal produto de exportação que sai em contêineres pelo Porto de Paranaguá é o frango congelado. Foram 590 mil toneladas exportadas nos primeiros quatro meses deste ano. Volume quase 6% maior que o registrado no ano passado, no período: 556,8 mil toneladas.

O Porto de Paranaguá segue sendo o primeiro porto do país nas exportações de frango. A carne de ave exportada pelo terminal paranaense é produzida, principalmente, no próprio Estado. Os principais destinos são China, Japão, Emirados Árabes, Arábia Saudita e Kwait.

A receita gerada pelo produto exportado de janeiro a abril, este ano, foi de quase US$ 852,5 milhões.


Bovinos

A exportação de carne bovina, pelo Porto de Paranaguá, também registra aumento. Este ano 116,8 mil toneladas do produto foram exportadas pelo terminal paranaense. O volume é 42% maior que as 82,3 mil toneladas exportadas em 2019, de janeiro a abril.

A carne de boi exportada tem origem, principalmente, nos estados de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Os principais destinos do produto são China, Hong Kong, Israel, Filipinas e Egito.

PUBLICIDADE

Recomendados